TVI cancela Big Brother. "O tempo é de ser responsável sem concessões"

Arranque do reality-show foi cancelado por causa do surto do coronavírus e não tem ainda nova data de estreia que será conhecida "em breve".

Era a grande aposta da TVI na luta para a reconquista da liderança de audiências, tendo a estação contratado na concorrente TVI o apresentador Cláudio Ramos, mas o surto de Covid-19 levou a estação de Queluz a cancelar o reality-show. Ainda não há uma nova data de estreia. "O tempo é de ser responsável sem concessões", disse Nuno Santos, diretor de programas em comunicado enviado às redações.

"Perante a situação crescente de risco e incerteza que Portugal e o mundo atravessam, e depois de uma avaliação responsável e sensata, entendemos adiar a estreia do BB2020", diz o diretor de programas. "Uma “task force” está a fazer uma avaliação permanente da situação e a seu tempo será anunciada uma nova data de estreia."

"Tomámos todas as medidas preventivas adequadas e recomendadas pelo Governo em relação aos concorrentes selecionados. Entre essas medidas estão exames de despistagem e um período de isolamento que está a ser cumprido. Um protocolo de prevenção está também a ser seguido relativamente às equipas técnicas e de conteúdos", diz Nuno Santos.

Contudo, dada a dimensão do pessoal envolvido na produção (150 profissionais), na casa e na área de trabalho envolvente, como no estúdio das galas e nos vários programas diários a partir de Queluz de Baixo, a estação considerou não estarem "reunidas todas as condições."

"O tempo é de ser responsável sem concessões", reforça Nuno Santos.

"O BB2020 é e será o programa do ano. Mesmo num ano e num tempo excecionalmente difícil para a comunidade. É imperioso que se reúnam, sem exceção, todas as condições necessárias que um programa desta dimensão acarreta."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de