Privacidade

Twitter. Números de telefone de utilizadores foram usados para anúncios

(REUTERS/Jim Bourg)
(REUTERS/Jim Bourg)

Twitter admitiu que os números de telefone fornecidos para fins de segurança foram usados para anúncios, sem conhecimento dos utilizadores.

A autenticação de dois fatores ganhou popularidade no mundo tecnológico, pela capacidade de para adicionar uma camada extra de segurança no acesso aos serviços. Para isso, muitos utilizadores indicam o número de telefone, para que possa ser enviado um código através de SMS, quando estão a fazer o login no Twitter.

Esta semana, a empresa admitiu que os números de telefones e também os endereços dos utilizadores podem ter sido “inadvertidamente” usados para fins publicitários. Numa publicação no blog oficial do Twitter, a empresa indica que “não pode afirmar com certeza quantas pessoas foram afetadas por isto, mas que, num esforço pela transparência, querem que toda a gente tenha conhecimento”.

Os dados fornecidos pelos utilizadores terão sido usados para publicidade direcionada a determinados perfis de utilizador. “Quando um anunciante carregava a sua lista de marketing, fazíamos a ligação a algumas pessoas no Twitter, usando os dados fornecidos para fins de segurança. Isto foi um erro e pedimos desculpa”, diz o Twitter.

Na mesma publicação, a empresa indica que, desde o dia 17 de setembro, já tomou medidas para garantir que os dados fornecidos para fins de segurança não sejam usados para publicidade. O Twitter disponibilizou também um formulário para contactar o DPO da empresa, a figura que tem a seu cargo a proteção dos dados pessoais dos utilizadores.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka assegura 68% das vendas; Pingo Doce 24%

Jerónimo Martins vai impugnar coima de 24 milhões na Polónia

Parque Eólico

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Luís Máximo dos Santos é presidente do Fundo de Resolução.

Fundo de Resolução diz que comprador da GNB tinha a proposta “mais atrativa”

Twitter. Números de telefone de utilizadores foram usados para anúncios