Bolsa

Uber estuda entrada em bolsa e recebe avaliação de 120 mil milhões de dólares

A plataforma de transportes pode entrar nos mercados no início de 2019 a valer 120 mil milhões de dólares.

A Uber poderá estar a preparar a entrada em bolsa e recebeu uma avaliação de 120 mil milhões de dólares (103 mil milhões de euros) por parte de várias instituições bancárias.

A plataforma de transportes norte-americana já tinha anunciado, em agosto, que havia contratado um responsável financeiro para preparar a entrada em bolsa, prevista para o início de 2019. O antigo CFO do Merrill Lynch, Nelson Chai, assumiu a responsabilidade de encontrar investidores para a empresa.

De acordo com a informação avançada pelo The Wall Street Journal, vários bancos de Wall Street, entre eles o Goldman Sachs e o Morgan Stanley, avançaram com a avaliação de 120 mil milhões de dólares para a IPO (Oferta Pública Inicial).

Leia também: Uber pode comprar rival britânica de entrega de refeições

Esta oferta agora revelada é o dobro da avaliação que a Uber recebeu há dois meses, de cerca de 72 mil milhões de dólares (62 mil milhões de euros), quando a Toyota investiu na plataforma.

A Uber ainda não confirmou as informações avançadas pela imprensa internacional nem a data exata de entrada nos mercados que, ao que tudo indica, deverá acontecer já no início do próximo ano.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Imagem de 2016 sobre as filas no atendimento para obter o passe do Metro, esta tarde na estação do Campo Grande em Lisboa. 
( Pedro Rocha / Global Imagens )

Passe Família já pode ser pedido. Mas prepare-se para a burocracia

Imagem de 2016 sobre as filas no atendimento para obter o passe do Metro, esta tarde na estação do Campo Grande em Lisboa. 
( Pedro Rocha / Global Imagens )

Passe Família já pode ser pedido. Mas prepare-se para a burocracia

Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Programa Regressar arranca. Governo dá incentivo até 6500 euros a emigrantes

Outros conteúdos GMG
Uber estuda entrada em bolsa e recebe avaliação de 120 mil milhões de dólares