mobilidade

Uber parceira de startup portuguesa cria rede de carregadores para motoristas

Parceria vai permitir 850 carregamentos elétricos por dia em Lisboa e no Porto. (Foto cedida pela Uber Portugal)
Parceria vai permitir 850 carregamentos elétricos por dia em Lisboa e no Porto. (Foto cedida pela Uber Portugal)

Plataforma de transportes juntou-se à Power Dot para criar rede de carregamento nos distritos de Lisboa e Porto. É algo inédito a nível mundial.

A Uber juntou-se a uma startup portuguesa para tirar os motoristas das plataformas de transportes dos carregadores de carros públicos. A empresa norte-americana fechou uma parceria com a Power Dot para criar uma rede exclusiva de carregamentos para motoristas das plataformas de transportes em Lisboa e no Porto. Esta rede terá cinco hubs e cada uma destas ‘ilhas’ terá capacidade para carregar, ao mesmo tempo, entre quatro e oito carros.

O serviço começou esta terça-feira no Porto, com os hubs na Maia e no Bonfim. Em Lisboa, os três hubs vão arrancar em Outubro, na Portela, Doca de Santo Amaro e Tires, refere a empresa em nota de imprensa divulgada esta terça-feira.

Cada umas destas ilhas terá serviços de limpeza, ligação à internet sem fios, café e entre outras comodidades. A Uber e a Power Dot criaram também uma solução que permite aos parceiros aceder a um painel de controlo para gerir a sua operação e os motoristas a uma aplicação para verificar a disponibilidade dos carregadores e consultar carregamentos passados.

Afonso Pinheiro, responsável da Power Dot, assinala que a parceria “está alinhada” com a missão da startup portuguesa: “criar soluções de carregamento para veículos eléctricos de forma a reduzir a dependência dos combustíveis fósseis na mobilidade. Acreditamos que um futuro mais verde passa por uma mobilidade mais partilhada e elétrica e por isso, desenvolvemos esta solução de carregamento económica e conveniente para todos os parceiros e motoristas Uber”.

Mariana Ascenção lembra esta solução “vai permitir uma mobilidade mais sustentável e apoiar a comunidade de motoristas que viaja com carros 100% elétricos todos os dias em Portugal”.

Esta é a segunda vez que a Uber escolhe Portugal para desenvolver projetos pioneiros na área da mobilidade elétrica: em 2016, Portugal foi o primeiro país a utilizar o serviço Uber Green, em que os passageiros são transportados por carros totalmente elétricos. O sucesso deste projeto colocou o serviço Uber Green em mais cidades, como Londres, por exemplo.

A Uber estima que os veículos eléctricos disponíveis na aplicação já poupam 40 toneladas de emissões CO2 semanalmente, 2080 toneladas anualmente.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações à comunicação social após a sessão de apresentação sobre a “Situação epidemiológica da Covid-19 em Portugal”, realizada no Infarmed, em Lisboa, 24 de março de 2020. RODRIGO ANTUNES/LUSA

“Impõe-se manter as medidas de contenção”, diz Marcelo

Foto: DR

Eletricidade. Fatura das famílias pode sofrer agravamento de quase 70%

Aviao TAP

Oficial: TAP avança para lay-off de 90% dos trabalhadores

Uber parceira de startup portuguesa cria rede de carregadores para motoristas