Bolsa

Uber pode valer até 75 mil milhões de euros

Uber | Perdidos e achados
Foto: REUTERS/Hannah McKay

Plataforma de transportes inicia apresentação aos investidores esta sexta-feira. Entrada em Bolsa está marcada para maio.

A Uber poderá valer até 83,8 mil milhões de dólares, o equivalente a 75,2 mil milhões de euros, no mercado de capitais. A plataforma de transportes norte-americana comunicou esta sexta-feira ao mercado o preço de venda das primeiras ações, semanas antes da entrada na Bolsa, através de um IPO (oferta pública inicial).

A plataforma pretende vender 180 milhões de ações, por um preço unitário entre 44 e 50 dólares. A Uber pretende arrecadar um montante próximo dos 10 mil milhões de euros com a abertura do capital ao retalho, segundo informações citadas pela estação CNBC. A Uber poderá valer entre 73,7 e 83,8 mil milhões de dólares depois da entrada na Bolsa.

Se a empresa vender as ações pelo montante mais baixo (44 dólares), a sua avaliação ficará abaixo dos 76 mil milhões de dólares – a avaliação do mercado privado.

Se vender as ações pelo montante mais alto (50 dólares), a avaliação do mercado ficará abaixo dos 120 mil milhões de dólares que chegaram a ser referidos inicialmente.

A Uber anunciou ainda que a PayPal investiu 500 milhões de dólares na plataforma de transportes liderada por Dara Khosrowshahi.

2019 é o ano dos IPO das tecnológicas: há duas semanas, a Pinterest, a rede social de partilha de imagens e inspirações, entrou em Bolsa com o estatuto de ‘undercorn‘, isto é, quando uma empresa apresenta uma oferta pública inicial com o valor das ações abaixo da avaliação feita no seu último financiamento.

No final de março, a rival Lyft passou a ser cotada em Bolsa. Depois de um primeiro dia promissor, os investidores perderam o interesse e as ações da Lyft começaram a cair.

Nos próximos meses, espera-se a entrada de empresas como Zoom e Slack.

(Notícia atualizada às 11h59 com mais informação)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Uber pode valer até 75 mil milhões de euros