Emprego

Não é a brincar. Universidade de Cambridge procura professor de Legos

Foto: DR
Foto: DR

A fundação exige ainda que os candidatos sejam "divertidos, extremamente curiosos, imaginativos, criativos e tenham uma mente aberta".

A Universidade de Cambridge, no Reino Unido, está à procura de um professor de Legos. A vaga, inserida no Departamento de Educação da instituição de ensino, é financiada pela Fundação Lego.

A Universidade exige que os candidatos sejam “extraordinários académicos no campo da psicologia educacional ou comportamental”, sendo que o objetivo da vaga é aprofundar o estudo do papel que os brinquedos têm na educação e no desenvolvimento das crianças.

A fundação exige ainda que os candidatos sejam “divertidos, extremamente curiosos, imaginativos, criativos e tenham uma mente aberta”.

O salário anual oferecido pela universidade ronda os 97 mil euros, sendo que o candidato escolhido vai liderar o recém-fundado Centro de Estudos para o Papel dos Jogos Educação, Desenvolvimento e Educação (PEDAL).

Além da vaga principal, a Universidade de Cambridge tem outra oferta de trabalho para o mesmo departamento, para o lugar de assistente de investigação.

A Fundação Lego já doou mais de 4,6 milhões de euros ao programa da Universidade de Cambridge.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, João Leão (D), durante o debate e votação da proposta do orçamento suplementar para 2020, na Assembleia da República, em Lisboa, 17 de junho de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Bruxelas agrava projeção de contração em Portugal para 9,8%

Comissão Europeia, Bruxelas (REUTERS)

Bruxelas revê estimativas. Economia da zona euro deverá recuar 8,7% em 2020

Mário Centeno


TIAGO PETINGA/LUSA

Centeno defende repensar das regras da dívida e do défice na UE

Não é a brincar. Universidade de Cambridge procura professor de Legos