smartphones

Update da Samsung vai diminuir capacidade da bateria para 60%

Fotografia:  EPA/YONHAP SOUTH KOREA OUT
Fotografia: EPA/YONHAP SOUTH KOREA OUT

Objetivo é limitar o carregamento que origina sobreaquecimento e tem causado explosões nos modelos Galaxy Note 7.

A Samsung vai lançar um update de software para limitar o carregamento das baterias dos modelos Galaxy Note 7 a 60% de forma a conter os problemas causados pelo sobreaquecimento e explosões reportados pelos utilizadores.

A informação foi veiculada num anúncio num jornal da Coreia do Sul, país de origem da marca, onde a Samsung explicava que a medida pretende prevenir problemas entre os utilizadores que possam ter ignorado o aviso de recolha dos equipamentos defeituosos e continuem a utilizar o smartphone.

O update começará pelos utilizadores da Coreia do Sul a 20 de setembro, não havendo informação quanto à data em que será disponibilizado ao resto do Mundo.

Também não ficou explícito se o update será forçado para os Note 7 existentes ou se dependerá do consentimento do utilizador. A agência noticiosa Yonhap News Agency noticiou que a Samsung está em conversações com os operadores de telemóvel para que distribuam ao mesmo tempo o update que obriga o smartphone a manter sempre uma carga de 60% ou menos.

A Samsung deverá lançar o novo Note 7 cujas baterias não estão sujeitas ao sobreaquecimento a partir de 19 de setembro na Coreia do Sul após ter recolhido 2,5 milhões de aparelhos apenas duas semanas após a chegada às lojas. Em pouco tempo, os consumidores denunciaram casos de baterias que se incendiaram ou explodiram, situação que a marca atribuiu a um defeito de construção das baterias.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Francisco São Bento, presidente do SNMMP. Foto: Sara Matos/Global Imagens

Cinco momentos chave numa greve de sete dias

Primeiro-Ministro, António Costa (Pedro Granadeiro / Global Imagens)

António Costa: Fim da “crise energética” a partir da meia-noite

(DR)

Banca europeia perde milhões em Bolsa. Espera-se nova onda de fusões

Outros conteúdos GMG
Update da Samsung vai diminuir capacidade da bateria para 60%