media

Venda da TVI à Altice estará iminente

Rosa Cullell, da Media Capital
Rosa Cullell, da Media Capital

Altice e Prisa negociavam a venda da estação de Queluz e de ativos como a Rádio Comercial desde finais de junho

O negócio da venda da Media Capital, dono da TVI, à Altice estará iminente e poderá ser conhecida ainda hoje, noticiou a Bloomberg e confirmaram fontes ouvidas pelo Dinheiro Vivo.

A concretizar-se, o negócio ficaria fechado menos de um mês depois da Altice, o grupo dono do Meo, ter confirmado estar em negociações exploratórias com a Prisa para a compra da Media Capital que detém a TVI, Rádio Comercial e a produtora Plural.

Os rumores da compra da TVI pelo grupo fundado por Patrick Drahi há muito corriam no mercado, com a Prisa pressionada para a venda de ativos e o interesse público da Altice na aquisição de ativos de media nos mercados onde está presente, entre os quais, Portugal.

Leia ainda: Compra da TVI “deverá implicar a introdução de medidas de regulação severas”

Interesse nunca confirmado pelo grupo francês, tendo a Prisa inclusive desmentido a venda da Media Capital, quando negociava a venda da editora Santillana. Terá sido, de resto, o falhanço da venda da editora que levou o grupo espanhol dono do El País a retomar ao mercado para a venda da filial portuguesa, pressionado para o pagamento de dívida que tem de ser saldada no próximo ano.

A imprensa espanhola noticiou que o valor do negócio estaria na ordem dos 450 milhões de euros, valor considerado alto pelos analistas ouvidos pelo Dinheiro Vivo. Qual o montante em que o negócio poderá estar fechado não é conhecido, mas os analistas apontam que o negócio poderá sofrer importantes remédios impostos pelos reguladores da concorrência. E, tendo em conta o volume de negócios das empresas e o número de mercados envolvidos (Portugal, Espanha e França) deverá ser remetido para Bruxelas.

(em atualização)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação do Orçamento do Estado para 2019. 16 de outubro de 2018. REUTERS/Rafael Marchante

Bruxelas envia carta a Centeno a pedir o triplo do esforço orçamental

lisboa-pixabay-335208_960_720-754456de1d29a84aecbd094317d7633af4e579d5

Estrangeiros compraram mais de mil imóveis por mais de meio milhão de euros

João Galamba (secretário de estado da energia) , João Pedro Matos Fernandes (Ministro para transição energética) e António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mexia diz que EDP volta a pagar a CESE se governo “cumprir a sua palavra”

Outros conteúdos GMG
Venda da TVI à Altice estará iminente