Retalho Alimentar

Vendas de frescos no Lidl crescem 18% em 2015

fruta

A estratégia assente na "qualidade e frescura dos frescos", sobretudo nacionais, tem-se revelado "uma aposta ganha" para o Lidl.

Isso mesmo confirmou a cadeia de retalho ao anunciar que as suas vendas neste segmento registaram um crescimento de 18% em 2015, quando comparado com o ano anterior.

Para estes resultados, o Lidl fez assentar a sua estratégia em cinco princípios base. Em primeiro, vem a entrega diária de frutas e legumes em todas as 241 lojas, com a preocupação de reduzir o tempo entre a apanha e achegada à casa do cliente.

Em segundo lugar, o controlo de qualidade que, segundo o Lidl “vai além do exigido pela lei”, no que diz respeito “qualidade e segurança alimentar”, com destaque para os fornecedores que cumprem o Global GAP, que assegura a produção segura e sustentável.

Adicionalmente em todas as lojas existe a figura do Gestor de Frescos, cuja responsabilidade é “salvaguardar a frescura das frutas e legumes à venda, monitorizando em intervalos regulares a sua qualidade”, aponta o Lidl.

Em terceiro lugar, o Lidl destaca o facto de privilegiar a compra a produtores locais, sendo que atualmente cerca de 70% da oferta de frutas e legumes é comprada localmente.

Neste sentido, a cadeia de retalho privilegia as parcerias com produtos DOP (Denominação de Origem Protegida) e IGP (Indicação Geográfica Protegida), de que são exemplos as Maças de Alcobaça, que na campanha de 2015 atingiu os 2,5 milhões de kg, quase o dobro do ano anterior.

Por fim, o Lidl destaca as colaborações com parceiros comerciais no sentido da criação de produtos específicos como é o caso da Maçã de Alcobaça e Pera Rocha em formato mini para os mais novos.

Neste âmbito, o Lidl destaca ainda o apoio dado à exportação destes produtos, nomeadamente a Pera Rocha do Oeste, para a Alemanha, em que em menos de dois anos a Portugal Fresh viu o volume duplicar, atingindo as 7,5 mil toneladas, um volume que equivale a 54 milhões de unidades. Ler mais em Exportação de Pera Rocha para Alemanha duplica graças ao Lidl.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
mulher gravida

Não renovação de contratos com grávidas cresce 15%

mulher gravida

Não renovação de contratos com grávidas cresce 15%

Angel Gurria, secretário-geral da OCDE. Fotografia: EPA/Mario Guzmán

OCDE mais pessimista. Sinais vermelhos para a economia

Outros conteúdos GMG
Vendas de frescos no Lidl crescem 18% em 2015