Vendas de smartphones

Vendas globais de smartphones recuperam no primeiro trimestre do ano

Os utilizadores de modelos da Samsung estão a queixar-se de um problema com a aplicação REUTERS/Sergio Perez
Os utilizadores de modelos da Samsung estão a queixar-se de um problema com a aplicação REUTERS/Sergio Perez

Depois de uma quebra no último trimestre de 2017, as vendas globais de smartphones recuperaram nos primeiros três meses do ano.

De acordo com os números revelados pela consultora Gartner, os números de vendas globais de smartphones recuperaram no primeiro trimestre de 2018, depois de o último trimestre de 2017 ter acabado numa quebra.

Ao todo, foram vendidos quase 385 milhões de smartphones nos primeiros três meses do ano, o que se traduz em mais 7 milhões de equipamentos vendidos, quando comparados com o mesmo período de 2017.

A Samsung continuou a liderar o mercado, registando uma quota de mercado de 20,5%. Ainda assim, apesar do lançamento do Samsung Galaxy S9 no início do ano, a marca sul-coreana perdeu alguns pontos na quota, passando de 20,8% para 20,5% de quota de mercado.

A Apple reforçou o segundo lugar, com um ligeiro crescimento de 0,4% – no primeiro trimestre de 2017 a marca da maçã contava com 13,7% do mercado; no primeiro trimestre de 2018 passa para os 14,1%.

A Huawei cresce 1,5% em relação ao primeiro trimestre do ano passado, contabilizando mais de 40 milhões de unidades vendidas nos primeiros três meses do ano.

A Xiaomi consolida o quarto lugar nos vendedores de smartphones, sendo a marca que apresenta maior percentagem de crescimento: dos 3,4% apresentados no primeiro trimestre de 2017 a marca passa para os 7,4%. Na prática, a marca vendeu mais 16 milhões de smartphones no primeiro trimestre, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

A Gartner também faz a habitual análise dos sistemas operativos: sem surpresas, o Android continua a ser dominante nos smartphones vendidos, com 85,9% de quota (uma queda contra os 86,1% registados no período homólogo de 2018). O sistema operativo da Apple cresceu ligeiramente, passando dos 13,7% no Q1 de 2017 para os 14,1% no primeiro trimestre de 2018. Sem grande expressão, outros sistemas operativos são incluídos em 131 mil smartphones, ainda menos do que os 607 mil do mesmo período de 2017.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

Fosso entre custo das casas e rendimento tem maior agravamento da OCDE

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE, e Pedro Siza Vieira, ministro da Economia. Fotografia: Diana Quintela/ Global Imagens

Fosso entre custo das casas e rendimento tem maior agravamento da OCDE

JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Eleições europeias: 11,56% dos eleitores votaram até ao meio-dia

Outros conteúdos GMG
Vendas globais de smartphones recuperam no primeiro trimestre do ano