novas empresas

Vertente de incubação de Famalicão gera 42 empresas e 77 empregos em dois anos

Famalicão Made In. Fotografia: D.R.
Famalicão Made In. Fotografia: D.R.

A câmara de Famalicão disse que em dois anos surgiram 42 novas empresas e 77 novos postos de trabalho no âmbito do Gabinete de Apoio ao Empreendedor

A câmara de Famalicão disse hoje que em dois anos surgiram 42 novas empresas e 77 novos postos de trabalho no âmbito do esforço realizado pelo Gabinete de Apoio ao Empreendedor na vertente de incubação de novas ideias de negócio.

A autarquia liderada por Paulo Cunha fez hoje um balanço da atividade de um gabinete que surgiu em Vila Nova de Famalicão, distrito de Braga, a 20 de outubro de 2014, apontando que tem 304 processos abertos, 42 empresas criadas com investimento realizado de cerca de 700 mil euros e 77 novos postos de trabalho.

A estes números somam-se 38 empreendedores em fase de acompanhamento de modelo de negócio, 35 empreendedores em fase de desenvolvimento do plano de negócio e 19 empreendedores com mentores atribuídos.

Para o presidente da câmara estes dados “refletem um trabalho credível do gabinete na vertente de incubação, um dos seus três eixos de intervenção”, sendo “revelador da cumplicidade que existe entre o concelho, os empreendedores e o Famalicão Made IN“.

Neste concelho foram criadas duas incubadoras Famalicão Made INcubar: polo Riopele, em Pousada de Saramagos, e polo Edifício Globus, em Vilarinho das Cambas. A estas acresce a incubadora da Casa da Juventude.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral Depósitos CGD Juros depósitos

Caixa perdeu 1300 milhões com créditos de grandes devedores

Ursula von der Leyen foi o nome nomeado para presidir à Comissão Europeia. (REUTERS/Francois Lenoir)

Parlamento Europeu aprova Von der Leyen na presidência da Comissão

Christine Lagarde, diretora-geral demissionária do FMI. Fotografia: EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Christine Lagarde demite-se da liderança do FMI

Outros conteúdos GMG
Vertente de incubação de Famalicão gera 42 empresas e 77 empregos em dois anos