Espaço

Viagem ao espaço na empresa do patrão da Amazon já tem preço

O interior da cápsula Blue Origin que pretende levar ao espaço qualquer cidadão que esteja disposto a desembolsar entre 200 a 300 mil dólares. Fotografia: REUTERS/Isaiah J. Downing
O interior da cápsula Blue Origin que pretende levar ao espaço qualquer cidadão que esteja disposto a desembolsar entre 200 a 300 mil dólares. Fotografia: REUTERS/Isaiah J. Downing

O projecto desenvolvido pela Blue Origin promete revolucionar o turismo espacial mas o preço do bilhete não será acessível para todas as carteiras.

A Blue Origin, empresa detida por Jeff Bezos, patrão da Amazon, deverá cobrar entre 200 mil e 300 mil dólares por uma viagem ao espaço, segundo avança a Reuters.

Contactados pela Reuters, dois empregados falaram sobre os preços das viagens. Um colaborador afirmou que iriam custar entre 200 mil e 300 mil dólares, enquanto o outro confirmou o preço mínimo de 200 mil. A estratégia de preços é confidencial e ambos falaram na condição de anonimato.

O projeto de lançamento de um foguetão tripulado da Blue Origin, apelidado de Blue Origin New Shepard, já foi testado oito vezes, mas sem tripulantes. Os primeiros testes tripulados serão realizados brevemente, anunciou a empresa, que planeia começar a vender bilhetes no próximo ano.

O veículo desenvolvido é capaz de transportar 6 passageiros, numa viagem que, em minutos, percorre mais de 100 quilómetros no espaço. Além disso, possibilita aos tripulantes uma sensação de falta de gravidade e ver a curvatura da Terra, antes de regressar à base.

O CEO da Amazon, o homem mais rico do mundo, não está sozinho na tentativa de tornar o turismo espacial não só possível, como mais acessível. Os bilionários Richard Branson e Elon Musk figuram entre os nomes mais conhecidos. A Branson’s Virgin Galactic e a SpaceX prometem rivalizar com a Blue Origin.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lagarde centeno coronavirus

BCE. Portugal está amarrado aos bancos outra vez e isso é mau

Fotografia: Mário Cruz/EPA

Presidente da República acompanha preocupação sobre retoma de rotas da TAP

avião da TAP

PS desafia TAP a corrigir plano de rotas áreas que “lesa interesse nacional”

Viagem ao espaço na empresa do patrão da Amazon já tem preço