aviação

Vinci vai adquirir controlo do aeroporto de Gatwick

(REUTERS/Peter Nicholls)
(REUTERS/Peter Nicholls)

O negócio, por 3,2 mil milhões de euros, deverá ficar fechado até ao verão.

A Vinci Airports fechou esta quinta-feira um acordo para se tornar acionista maioritária do aeroporto londrino de Gatwick por 2,9 mil milhões de libras (3.2 mil milhões de euros), refere a empresa, que detém a ANA – Aeroportos de Portugal, em comunicado.

A companhia vai adquirir 50,01% das ações do aeroporto inglês e espera concluir o negócio ao longo do primeiro semestre de 2019.

Os restantes 49,99% serão administrados pela Global Infrastructure Partners, refere o comunicado.

A Vinci Airports destaca que as oportunidades de compra de um aeroporto com a “qualidade e dimensão de Gatwick são extremamente raras”.

Gatwick é o segundo aeroporto da capital britânica e acolhe mais de 46 milhões de passageiros anualmente.

“Como novo parceiro industrial, a Vinci Airports apoiará e aumentará a eficiência operacional e o crescimento do tráfego, ao mesmo tempo que disponibilizará a sua experiência no desenvolvimento de atividades comerciais para melhorar ainda mais a satisfação e a experiência dos passageiros”, disse o presidente da empresa, Nicolas Notebaert.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(PAULO CUNHA/LUSA)

Costa espera ser primeiro-ministro 12 anos e dar início à regionalização

O novo primeiro-ministro, António Costa. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

OE2020: Costa anuncia reforço de incentivos ao arrendamento acessível

Alexandra Leitão, ministra da Administração Pública. Fotografia: António Pedro Santos/Lusa

Funcionários mais antigos podem perder dias de férias com baixas prolongadas

Outros conteúdos GMG
Vinci vai adquirir controlo do aeroporto de Gatwick