aviação

Vinci vai adquirir controlo do aeroporto de Gatwick

(REUTERS/Peter Nicholls)
(REUTERS/Peter Nicholls)

O negócio, por 3,2 mil milhões de euros, deverá ficar fechado até ao verão.

A Vinci Airports fechou esta quinta-feira um acordo para se tornar acionista maioritária do aeroporto londrino de Gatwick por 2,9 mil milhões de libras (3.2 mil milhões de euros), refere a empresa, que detém a ANA – Aeroportos de Portugal, em comunicado.

A companhia vai adquirir 50,01% das ações do aeroporto inglês e espera concluir o negócio ao longo do primeiro semestre de 2019.

Os restantes 49,99% serão administrados pela Global Infrastructure Partners, refere o comunicado.

A Vinci Airports destaca que as oportunidades de compra de um aeroporto com a “qualidade e dimensão de Gatwick são extremamente raras”.

Gatwick é o segundo aeroporto da capital britânica e acolhe mais de 46 milhões de passageiros anualmente.

“Como novo parceiro industrial, a Vinci Airports apoiará e aumentará a eficiência operacional e o crescimento do tráfego, ao mesmo tempo que disponibilizará a sua experiência no desenvolvimento de atividades comerciais para melhorar ainda mais a satisfação e a experiência dos passageiros”, disse o presidente da empresa, Nicolas Notebaert.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dos blueprints  dos primeiros automóveis, ao topo dos carros elétricos atuais, de elon Musk, em homenagem, a Nikolas Tesla.
Ilustração: VITOR HIGGS

Automóvel. Em 20 anos do euro mudou tudo, menos a carga fiscal e o líder

A EDP, liderada por António Mexia, vai pagar o maior cheque de dividendos da bolsa nacional.

PSI20. Menos lucros mas o mesmo prémio aos acionistas

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços.
(Jorge Amaral/Global Imagens)

Vieira Lopes: “Metas do governo são realistas mas é preciso investimento”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Vinci vai adquirir controlo do aeroporto de Gatwick