mobilidade

Viseu troca funicular por autocarro sem condutor

Viriato é o autocarro autónomo que quer conquistar a cidade de Viseu. Fotografia: DR
Viriato é o autocarro autónomo que quer conquistar a cidade de Viseu. Fotografia: DR

Viriato é o autocarro autónomo que vai começar a circular em Viseu a partir do início de 2019. O sistema de condução será controlado por computador.

O sobe e desce pelas ruas de Viseu vai começar a mudar nos próximos meses. O funicular que liga o recinto da feira de S. Mateus à Sé será substituído por dois autocarros autónomos. O Viriato vai começar a circular no início de 2019 e foi apresentado esta quarta-feira na Smart Cities Summit, que decorre na FIL, em Lisboa.

Com capacidade para 24 passageiros, cada autocarro autónomo vai contar com um sistema de condução elétrico totalmente controlado por um computador e que vai ter de lidar com o trânsito automóvel e de pedestres.

O Viriato será um veículo bidirecional, ou seja, pode circular em ambas as direções sem ter de fazer inversão de marcha. Os dois autocarros vão funcionar em simultâneo: um sobe e outro desce pelas ruas de Viseu.

A nível técnico, o Viriato vai contar com sistemas de segurança na parte da frente e na parte de trás.

A carregar player...

Na parte da frente, cada Viriato vai contar com um laser para detetar possíveis obstáculos. Conforme a proximidade do objeto, o autocarro pode reduzir a velocidade ou mesmo parar. Há ainda um sistema de emergência [Bumpers] que pára imediatamente o Viriato se houver risco de colisão.

Na parte de trás, há um sistema de ultrassons, que medirá a distância dos obstáculos e que serão particularmente úteis nas estações de entrada e saída de passageiros.

Funicular de Viseu está em funcionamento desde 2009.

Funicular de Viseu está em funcionamento desde 2009.

A adaptação do autocarro às ruas de Viseu será feita com identificadores por radiofrequência, que vão indicar as zonas em que o Viriato poderá andar mais depressa ou mais devagar.

No interior do autocarro, os passageiros poderão saber várias informações sobre a viagem, como a posição do veículo e a estimativa de tempo de chegada ao destino.

Será ainda instalado um centro de controlo, com câmaras de videovigilância, que vão acompanhar as viagens do Viriato pelas ruas de Viseu.

Desenvolvimento em Coimbra

O Viriato vai começar a circular nas ruas de Viseu graças a uma parceria entre a Siemens e a Tula, empresa de Coimbra que detém a tecnologia e os direitos de comercialização do Move, o meio de transporte inovador de circulação de pessoas baseado num veículo elétrico sem condutor e controlado pelo computador.

As viagens de Viriato serão gratuitas, como acontece com o funicular. A manutenção deste serviço deverá custar 13 mil euros por mês à Câmara Municipal de Viseu, segundo a informação enviada às redações.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Os ministros da Presidência do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva (C), Economia, Pedro Sia Vieira (E) e do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D). MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Portugal é o quarto país da UE onde é mais difícil descolar do mínimo

Viseu troca funicular por autocarro sem condutor