Indústria

Vista Alegre fecha contratos de 16 milhões para segunda metade de 2020

Museu Vista Alegre.
Maria João Gala / Global Imagens
Museu Vista Alegre. Maria João Gala / Global Imagens

Grupo de Ílhavo tem parte dos trabalhadores em lay-off até ao final de maio.

O grupo Vista Alegre Atlantis fechou dois contratos no valor de 16,2 milhões de euros para a segunda metade de 2020. O grupo que detém as fábricas da Vista Alegre e da Bordallo Pinheiro comunicou estes contratos esta quinta-feira através de um comunicado junto da CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Um dos contratos “destina-se a um grande retalhista francês” e resulta de uma parceria “de longa data” com a fabricante alemã de facas e de acessórios de produtos para a cozinha Zwilling.

O segundo contrato “foi realizado com uma insígnia bem conhecida” e vai “chegar a casa dos consumidores, um pouco por todo o mundo”, segundo o grupo de Ílhavo. O cliente do contrato não é revelado no comunicado devido a um “acordo de confidencialidade”.

Por causa do novo coronavírus, o grupo Vista Alegre colocou parte dos trabalhadores em lay-off. Até ao final de maio, 28,5% das unidades da Vista Alegre de Ílhavo e de Alcobaça estão em lay-off; o mesmo acontece a cerca de 20% dos operários do segmento da faiança da unidade da Bordallo Pinheiro das Caldas da Rainha, segundo informação divulgada dia 1 de maio.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Economia portuguesa afunda 16,3% entre abril e junho

Visitantes na Festa do Avante.

Avante!: PCP reduz lotação a um terço, só vão entrar até 33 mil pessoas por dia

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

Mais 235 infetados e duas mortes por covid-19 em Portugal. Números baixam

Vista Alegre fecha contratos de 16 milhões para segunda metade de 2020