retalho

Vivendi investe 159 milhões de euros por 15% da Fnac

Portugal é um dos 9 países onde a Fnac está presente a nível mundial. Fotografia: DR
Portugal é um dos 9 países onde a Fnac está presente a nível mundial. Fotografia: DR

Telecom francesa pretende acelerar expansão internacional da Fnac, com destaque para o sul da Europa e o continente africano.

A Fnac conta desde segunda-feira com um novo acionista. A Vivendi anunciou a compra de uma participação de 15% por 159 milhões de euros no âmbito de uma parceria estratégica na área cultural, de acordo com um comunicado oficial.

As duas empresas, em conjunto, pretendem “aumentar a visibilidade dos conteúdos culturais, através de parcerias de distribuição”, a operação conjunta na área da venda de bilhetes, o “acesso privilegiado para alargar os serviços digitais” e a “aceleração da expansão internacional da Fnac, em especial no sul da Europa e no continente africano. A formalização deste acordo depende da ‘luz verde’ dos acionistas da Fnac.

A retalhista francesa está presente em nove países, incluindo Portugal, onde quer abrir cinco lojas até 2018 e investir cinco milhões de euros, conforme adiantou a diretora geral, Cláudia Almeida e Silva, ao Dinheiro Vivo em março.

A Vivendi é conhecida por ser a maior acionista individual da Telecom Italia, além de ter investido recentemente em empresas de jogos.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
António Costa, primeiro-ministro português, em Bruxelas. EPA/CHRISTIAN HARTMANN / POOL

O que já se sabe que aí vem no Orçamento para 2020

A coordenadora da Frente Comum, Ana Avoila. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Os 0,3% que acabaram com a paz entre função pública e governo

Marcelo Rebelo de Sousa, Christine Lagarde e Mário Centeno. Fotografia: MIGUEL FIGUEIREDO LOPES/LUSA

Centeno responde a Marcelo com descida mais rápida da dívida

Outros conteúdos GMG
Vivendi investe 159 milhões de euros por 15% da Fnac