Telecomunicações

Vodafone Portugal: Receitas sobem 4,2% para 513 milhões no semestre

Mário Vaz, CEO da Vodafone. 
Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens
Mário Vaz, CEO da Vodafone. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mais de 1,5 milhões de clientes móveis da Vodafone já são 4G. Operadora já liga 2,7 milhões de casas e empresas por rede fibra

As receitas da Vodafone Portugal subiram 4,2%, para 513 milhões de euros, no primeiro semestre fiscal (abril a setembro) da operadora liderada por Mário Vaz. As receitas de serviço também cresceram 5,7% no período, para 482 milhões de euros.

“Os resultados do primeiro semestre mostram o sucesso da estratégia da Vodafone de enfoque no cliente e na qualidade de serviço. Nos últimos quatro anos aumentámos a nossa rede de fibra de última geração em cerca de 7x, atingindo hoje 2,7 milhões de casas e empresas, ao longo de mais de 40 mil quilómetros, o suficiente para uma volta completa da circunferência da Terra. Mas não queremos ficar por aqui e o acordo recente [com a Nos] garante que a Vodafone irá chegar a 4 milhões de casas e empresas, multiplicando assim por 10 vezes a capilaridade da sua rede de fibra de última geração”, afirma Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal, citado em nota de imprensa.

“O desempenho do último trimestre (de julho a setembro) reflete a estabilidade do segmento móvel, impulsionado pela sazonalidade associada ao período de verão e pelo incremento na utilização de dados móveis, bem como pelo forte dinamismo do segmento fixo”, destaca a Vodafone.

No fixo, área onde a operadora tem vindo a apostar, a Vodafone fechou o período com 629 mil clientes, uma subida de 15,2% quando comparado com há um ano. “Na TV por subscrição, a Vodafone é o operador que mais cresce há 15 trimestres consecutivos, de acordo com os últimos dados disponibilizados pela Anacom relativos a junho deste ano”, destaca a operadora.

No segmento móvel, a empresa regista uma quebra de 2,4% no número de clientes móveis, que fecha o semestre fiscal com 4,713 milhões de clientes. Destes, 1,55 milhões já são clientes 4G, refere a companhia, valor que representa um crescimento de 43,6% face oa período homólogo do ano passado.

“O desempenho deste segmento beneficia dos meses de verão, em que as subscrições móveis são sazonalmente mais elevadas”, refere a Vodafone. O consumo de dados móveis no semestre acelerou 70,9%, o que se justifica com o aumento da penetração dos smartphones que já representam 68,5% da base de equipamentos.

A operadora tem vindo a apostar nas infraestruturas e a investir na redes nova geração, tendo levado a tecnologia 4G para os túneis rodoviários da Região Autónoma da Madeira.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Francisco Pedro Balsemão, CEO do grupo Impresa. Foto: DR

Impresa.Reestruturação já atingiu 20 trabalhadores. E chegou ao Expresso

PCP

Subsídios por duodécimos no privado também acabam em 2018

Turistas no novo terminal de cruzeiros de Lisboa, Santa Apolónia. Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Instituto alemão prevê boom na construção em Portugal até 2020

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Vodafone Portugal: Receitas sobem 4,2% para 513 milhões no semestre