Escândalo Volkswagen

Volkswagen diz que pode voltar a vender carros a gasóleo nos Estados Unidos

A decisão tem impacto em cerca de 67 mil carros a gasóleo, que receberam uma atualização de software para poderem voltar aos concessionários

A Volkswagen disse esta quinta-feira que pode voltar a vender carros a gasóleo nos Estados Unidos. O grupo alemão terá recebido autorização para vender os automóveis a gasóleo do modelo do ano de 2015 depois de terem recebido uma atualização de software.

“Estamos a terminar os detalhes deste programa e vamos dar mais informação sobre a sua implementação no devido tempo”, referiu em comunicado Jeannine Ginivan, porta-voz da representação da Volkswagen nos Estados Unidos, citada pela Bloomberg. A decisão tem impacto em cerca de 67 mil carros a gasóleo.

As vendas dos carros do modelo do ano de 2015 estavam proibidas desde que em setembro de 2015 foi tornada pública a fraude de emissões no grupo Volkswagen. Nos Estados Unidos, foram detetados perto de 500 mil carros gasóleo com software que enganava as emissões entre os testes de homologação e o consumo real.

O regresso das vendas destes carros é mais uma etapa da Volkswagen para recuperar da fraude das emissões, que afetou 11 milhões de carros a nível mundial. Até agora, o grupo alemão já teve de colocar de parte 22,6 milhões de euros.

A Volkswagen não conta vender novos carros a gasóleo do modelo do ano de 2018 nos Estados Unidos, tendo em conta que está a reforçar a aposta em veículos elétricos, sobretudo no outro lado do Atlântico.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

Foto: D.R.

TAP soma prejuízos de 111 milhões até setembro. E vai contratar mais 800 pessoas

Outros conteúdos GMG
Volkswagen diz que pode voltar a vender carros a gasóleo nos Estados Unidos