Volkswagen quer investir 70 mil milhões em carros elétricos até 2030

Gigante automóvel alemão diz que precisará de pelo menos quatro mega fábricas de baterias até 2025

O grupo Volkswagen prepara-se para um investimento massivo em carros elétricos nos próximos anos. O gigante automóvel alemão conta com um orçamento total de 70 mil milhões de euros para esta área até 2030 - valor próximo do empréstimo da troika. Mais de um quarto deste valor (20 mil milhões de euros) será investido no desenvolvimento de veículos, enquanto o restante montante servirá para comprar baterias para estes automóveis.

Este é, para já, o maior investimento anunciado por um grupo automóvel em carros elétricos. "A transformação na nossa indústria é imparável. E nós vamos liderar essa transformação", salientou na noite de segunda-feira Matthias Müller, CEO do grupo Volkswagen, em declarações à Bloomberg. O grupo alemão quer que os 300 modelos das 12 marcas da VW tenham pelo menos uma versão elétrica até 2030.

O financiamento, garante Müller, será feito com fundos próprios e que serão gerados pelos próprios resultados da empresa. A Volkswagen diz que precisará de pelo menos quatro mega fábricas de baterias até 2025. Nesse ano, o gigante alemão quer ter um milhão de veículos elétricos vendidos.

A aposta em carros elétricos não implicará, necessariamente, o fim do investimento em motores de combustão. "Haverá um período de coexistência entre motores a combustão e elétricos entre os próximos 10 e 20 anos, por isso, devemos ser pacientes e deixar a decisão aos nossos consumidores sobre o tipo de motor que querem", acrescentou o líder do grupo VW em declarações posteriores à CNBC.

Além da Volkswagen, grupos como a Daimler (dona da Mercedes e Smart), Jaguar Land Rover, Ford e BMW estão a acelerar os planos de investimento em carros elétricos para os próximos anos como forma de desafiar a Tesla.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de