Automóvel

Volkswagen quer vender luz em Espanha. Procura parceiros

Imagem de um Volkswagen Golf elétrico. REUTERS/Francois Lenoir
Imagem de um Volkswagen Golf elétrico. REUTERS/Francois Lenoir

A aposta elétrica da VW começará a surtir efeitos sobretudo em 2020, altura em que o grupo vai lançar os primeiros elétricos de grande produção.

A Volkswagen está à procura de parceiros para poder comercializar eletricidade em Espanha. O gigante automóvel alemão pretende expandir o seu ramo de atividade para outros segmentos, através da subsidiária Elli (que significa Electric Life – Vida elétrica, em tradução literal).

“A Elli vai começar a funcionar em Espanha”, adiantou esta segunda-feira um porta-voz da empresa ao jornal Expansión. Esta marca foi criada há algumas semanas na Alemanha para vender eletricidade totalmente proveniente de fontes renováveis, além de serviços de armazenamento de energia em habitações ou aplicações móveis para controlar o consumo de eletricidade. Um modelo que já é seguido há algum tempo pela Tesla.

A aposta elétrica da Volkswagen começará a surtir efeitos sobretudo a partir do início de 2020, altura em que o grupo vai lançar os primeiros automóveis elétricos de grande produção, como o Volkswagen ID, que serão acompanhados de várias soluções de carregamento inteligentes.

Em 2025, o grupo alemão quer mesmo liderar a venda de carros elétricos, conforme afirmou o responsável de investimento, Martin Hofmann, em entrevista concedida ao Dinheiro Vivo em setembro de 2028.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

O secretário Geral do Partido Socialista, António Costa (C) acompanhado pelo cabeça de lista do PS às eleições Europeias, Pedro Marques (E) e pelo Socialista Mário Centeno (D) num jantar comício em Setúbal no âmbito da campanha para as Eleições Europeias 2019. 22 de maio de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Centeno aponta margem de 200 milhões para aumentos na Função Pública

O ministro das Finanças, Mário Centeno, discursa na  Convenção Nacional do PS a decorrer no Pavilhão Carlos Lopes, Lisboa, 20 de julho de 2019.  O Partido Socialista apresenta as suas propostas para as eleições legislativas de outubro, como conclusão das sessões organizadas sob o lema "Porque #TodosDecidem". MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Centeno. “No programa do BE passamos do fazer acontecer para fazer desaparecer”

Outros conteúdos GMG
Volkswagen quer vender luz em Espanha. Procura parceiros