Tecnologia

Warren Buffett queria investir na Uber mas mudou de ideias

Warren Buffett, Ceo da Berkshire Hathaway  REUTERS/Rick Wilking - RTX1B8NQ
Warren Buffett, Ceo da Berkshire Hathaway REUTERS/Rick Wilking - RTX1B8NQ

Um dos investidores mais conhecidos a nível mundial pretendia, no início deste ano, investir cerca de três mil milhões de dólares na Uber

Warren Buffett é um dos investidores norte-americanos mais conhecidos do mundo. Há mesmo quem o apelide de guru dos mercados. No início deste ano, mostrou-se disponível para investir três mil milhões de dólares (mais de 2,5 mil milhões de euros no câmbio atual) na Uber mas as negociações não chegaram a bom termo.

Numa altura em que a Uber enfrentava vários problemas, o investidor estava disponível para apostar na empresa, não apenas com dinheiro, mas através da sua reputação. Em troca queria um acordo que lhe dava alguma segurança. Um acordo que já no passado tinha conseguido com o banco americano Goldman Sachs.

Durante a crise financeira, conta a agência de informação Bloomberg, a Berkshire Hathaway de Buffett investiu cinco mil milhões de dólares (cerca de 4,3 mil milhões de euros no câmbio atual) no banco que estava a braços com dificuldades depois da queda do Lehman Brothers. Em troca, a Berkshire Hathaway recebia ações preferenciais e warrants, instrumento que lhe permitia comprar mais ações. Uma aposta que lhe terá rendido muito. Só com as ações preferenciais conferiram-lhe um lucro de 1,6 mil milhões de dólares.

Leia ainda: 3,3 milhões de dólares por um almoço? Só se for com Warren Buffett

E Buffett queria aplicar a mesma receita na Uber. A Berkshire daria à plataforma um empréstimo convertível, que lhe conferiria proteção caso a empresa passasse por dificuldades financeiras e daria à Uber benefícios se fosse para uma trajetória de crescimento, apontaram fontes à Bloomberg.

Aparentemente, a empresa liderada por Dara Khosrowshahi estava disponível para aceitar a proposta, não sendo claro, contudo, o que é que correu mal nas negociações, inviabilizando o acordo. Durante o processo negocial Dara Khosrowshahi, CEO da Uber, colocou em cima da mesa uma diminuição do investimento para dois mil milhões de dólares, atribuindo-lhe uma participação menor da firma.

O que é certo é que em janeiro a Uber obteve um investimento junto dos japoneses do SoftBank que ascendeu a cerca de nove mil milhões de dólares.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
António Costa, primeiro-ministro. ( Pedro Granadeiro / Global Imagens )

Conheça a composição do novo Governo de António Costa

António Costa, primeiro-ministro. ( Pedro Granadeiro / Global Imagens )

Conheça a composição do novo Governo de António Costa

O primeiro-ministro, António Costa, e o ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: MÁRIO CRUZ/LUSA

Centeno adia esboço orçamental de 2020 até quarta de manhã

Outros conteúdos GMG
Warren Buffett queria investir na Uber mas mudou de ideias