Consumo

Worten abre cidade de jogos. Mercado vale 250 milhões em Portugal

A carregar player...

O gaming representou 7% das vendas da Worten o ano passado. Mercado vale 250 milhões em Portugal

Três dias, mais de 2 mil jogos, 30 horas de gaming, prémios de 5 mil euros é o que a Worten está a preparar para receber a partir de sexta-feira, até domingo, os fãs de jogos na primeira Worten Game City, na Cordoaria Nacional, em Lisboa. A marca vai investir este ano cerca de um milhão de euros em ativação em torno do gaming, segmento que representou 7% das suas vendas em 2018. Em Portugal o gaming vale 250 milhões de euros.

Uma aposta da cadeia da Sonae depois de há cerca de um ano ter criado uma arena de jogos no Rock in Rio, na Quinta da Belavista. O Arena Worten Game Ring recebeu a visita de mais de 30 mil pessoas, tendo os conteúdos ai gerados chegado a mais de 400 mil pessoas, “só através das redes sociais da marca”, precisa Inês Drummond Borges, diretora de marketing da Worten.

A Worten Game City é uma subida de nível da aposta. A começar pela dimensão. “Vamos ter uma arena principal com mais de 1000 m2, o Temple Worten Game Ring, uma área onde vão decorrer vários torneios de FIFA19, CS:GO, LoL e Fortnite e onde vão estar em competição equipas de gamers profissionais e amadores, numa dinâmica inédita. Há inclusive prize moneys de 5000 euros/cada para as finais de CS:GO e LOL”, descreve a responsável de marketing.

For The Win, Grow uP Gaming, Tropa Suprema, Electronik Generation, Panthers e Sporting Clube de Portugal são algumas das equipas de jogadores profissionais de desportos eletrónicos do país que os visitantes poderão assistir durante os três dias do evento.

“Fora do Temple, o público terá acesso a mais diversão, desde concertos à dança, passando por experiências de realidade virtual e aumentada, uma área de jogos de tabuleiro, uma viagem pelas últimas quatro décadas do mundo dos videojogos, jogos que ganham vida fora dos ecrãs e se tornam reais, meet & greets com os ídolos do YouTube dos mais novos”, continua Inês Drummond Borges.

No total, estão previstas 30 horas de gaming e entretenimento, num espaço composto por dez áreas de atividades, com mais de 2000 jogos para experimentar.

Este ano, em ativação de marca em torno do gaming, a Worten está a investir cerca de 1 milhão de euros – “valor engloba não só este evento como todos os outros formatos de ativação que teremos até ao final do ano” – uma aposta que visa posicionar a cadeia num mercado em crescimento.

“O crescimento da indústria do gaming é uma tendência global e Portugal não é exceção. No nosso país, atualmente, o mercado de gaming tem um valor estimado de 250 milhões de euros”, adianta Inês Drummond de Andrade. Nas vendas da cadeia a categoria de gaming ” pesou 7% nas vendas da Worten”, com tendência de crescimento. ” Face a 2017, o ano passado registou um aumento de 21% nas vendas de produtos de gaming.”

Uma evolução que espelha o crescimento da categoria a nível mundial que, só o ano passado, faturou 134 mil milhões de dólares. “Em 2019, o mercado global de esports (que engloba todo um “mundo”, desde os equipamentos aos eventos/competições propriamente ditos e também a exposição mediática dos jogadores profissionais) deverá atingir os 1,1 mil milhões de dólares. É uma subida de 26,7% em relação a 2018, numa prova clara de que este fenómeno está em forte ascensão”, reforça a responsável de marketing.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D), e o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita (E). Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salário mínimo de 635 euros? Dos 617 dos patrões aos 690 euros da CGTP

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

Outros conteúdos GMG
Worten abre cidade de jogos. Mercado vale 250 milhões em Portugal