a vida do dinheiro

Confederação do Turismo espera subida do SMN para 600 euros

A carregar player...

Sem nenhuma novidade por parte do governo, Francisco Calheiros admite que a discussão do salário mínimo em 2019 fique fechada esta sexta-feira.

Os parceiros sociais vão reunir-se na tarde desta sexta-feira para a segunda reunião sobre a atualização do salário mínimo nacional. No programa “A Vida do Dinheiro” – que pode ouvir no sábado na TSF e ler no domingo no Dinheiro Vivo e em dinheiro vivo.pt – Francisco Calheiros, presidente da Confederação do Turismo de Portugal admite que a discussão possa ficar fechada já hoje.

“Penso que se não houver novidades nesta reunião se irá fechar os 600 euros que estão previstos no programa do governo”, referiu, admitindo que “pode não ser necessária mais nenhuma [reunião] “.

O presidente da CTP admite que o salário mínimo e o salário médio em Portugal são baixos e aplaude as empresas que através de instrumentos de contratação coletiva pagam valores acima do SMN. Avisa contudo que há empresas e regiões em que pode ser difícil ir além dos 600 euros sendo, por isso, relevante, que exista um patamar mínimo.

A carregar player...

“Mas que fique claro que é indicativo. Sabemos que há grupos que não pagam nem os 580 euros nem os 600 euros e que praticam como mínimo os 630 euros e isso são atitudes que saudamos”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Artur Machado/Global Imagens.

Donos de alojamento local contestam agravamento das tarifas da água

Miguel Pina Martins, CEO da Science4you.

(Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens)

Science4you quer alargar prazo da oferta pública até fevereiro

(Carlos Santos/Global Imagens)

Porto de Setúbal: Acordo garante fim da greve às horas extraordinárias

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Confederação do Turismo espera subida do SMN para 600 euros