Apresentado o GP 21, novo carro de corridas do IST que promete bater recordes

Líder de equipa diz que GP21 é um dos mais sofisticados da sua categoria, pelo que a equipa PSEM espera não apenas bater o seu recorde pessoal como lutar pela vitória nas competições Greenpower.

É o novo modelo elétrico de corridas do Projeto de Sustentabilidade Móvel (PSEM) do Instituto Superior Técnico (IST), foi batizado GP 21 e, quase como que a celebrar a quadra dos presentes, foi apresentado esta segunda-feira, 21 de dezembro. A pandemia obrigou a que este ato oficial assumisse o formato virtual, online, mas o líder de equipa garante que as reações estão a ser muito positivas.

"Devo dizer que o feedback da apresentação foi sensacional", diz Vitor Teixeira, líder da equipa PSEM, lamentando no entanto não poder ter beneficiado uma apresentação num grande écrã de um anfiteatro, perante parceiros e patrocinadores, entre os quais consta o Santander Universidades.

"Recebemos de imediato o contacto de antigos membros da equipa (que já estão nas suas carreiras profissionais, alguns na Fórmula 1) a dizerem o quão orgulhosos estavam pela boa continuidade que estamos a dar ao projeto. O pólo da organização da nossa competição na Península Ibérica, a Greenpower Iberia, também nos deu os parabéns pelo novo veículo. E recebemos felicitações por parte dos nossos patrocinadores", adiantou Vitor Teixeira. "Tudo isto é louvável e uma grande recompensa pelo trabalho que tivemos esta temporada", concluiu.

E o que distingue o GP21 face aos anteriores modelos?

O novo modelo "terá uma componente estrutural única, uma carbon tub, que lhe confere uma rigidez superior aos seus antecessores, ao mesmo tempo que reduz o peso do GP21. Uma aerodinâmica extremamente eficiente com menos de 5Newtons de drag, e uma transmissão 60% mais leve que no GP19 são também pontos notáveis a referir", explica o líder de equipa.

Para já, o GP21 ainda só existe no estirador, por assim dizer, mas a equipa de 33 estudantes e docentes de engenharia do IST está pronta a deitar as mãos à obra e tê-lo já a correr em testes no verão.

"Esperamos competir em Espanha pela primeira vez, além das usuais provas de setembro e outubro no Reino Unido", diz Vítor Teixeira., acerscentando: "Idealmente (e num ano normal) teríamos o carro a competir em maio, no circuito de Navarra, em Espanha, mas será difícil, dadas as restrições de agrupamentos na oficina, que apenas permitem o trabalho de cinco membros de cada vez. Esperemos que em agosto já possamos testar e competir com o veículo".

Quer para Vítor Teixeira, quer par os restantes 32 membros da equipa PSEM, as expectativas quanto ao GP21 são elevadíssimas. "Com o GP21 nós esperamos bater o nosso recorde pessoal. O GP17 atingiu o 2º lugar e, naturalmente, o passo seguinte é a vitória", diz.

E a concorrência naos os assusta. "O GP21 é um dos veículos mais sofisticados da Greenpower. Se já o GP17 estava ao nível do veículo da Jaguar-Land Rover e de um dos da Renishaw, duas grandes empresas britânicas, então prevemos que o GP21 já lhes esteja à frente. Resta-nos construí-lo e provar esta afirmação. Sabemos que temos fortes adversários, mas estamos prontos para a luta pela vitória", afirmou Vítor Teixeira.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de