FEUP instala 708 painéis fotovoltaicos com apoio Santander

Os 708 painéis vão produzir cerca de 7% da energia anualmente consumida pela FEUP e representar uma poupança da ordem dos 50 mil euros

A Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) acaba de instalar uma unidade de produção fotovoltaica de autoconsumo. No total, são 708 painéis montados nas coberturas de alguns edifícios do campus da FEUP, cujos custos da obra foram inteiramente suportados por verbas do Santander Universidades, no âmbito do protocolo de mecenato mantido com a Universidade do Porto.

A área ocupada pela nova unidade fotovoltaica ronda os 1420 m², sendo a potência instalada de 280 kW DC, lê-se na notícia publica da no site da FEUP.

"Estima-se que esta instalação produza 412 MWh (produção equivalente ao consumo de 260 habitações), o que representa cerca de 7% do consumo anual da FEUP em energia elétrica em 2019 e uma poupança anual nos custos na ordem de 50 mil euros", afirmou Carlos Rodrigues, vogal do Conselho Executivo da FEUP com o pelouro das Instalações, citado na mesma notícia. Quanto às emissões de CO₂, os valores estimados apontam para uma redução de 82 toneladas por ano.

Assim, a nova unidade não apenas contribui para uma política energética sustentável no campus, como permite também reduzir os custos relativos ao consumo de eletricidade.

Esta não é a primeira medida de eficiência energética adotada nas instalações da FEUP, cuja área construída é superior a 85.000 m2. Por exemplo, desde 2015 que esta faculdade tem vindo a substituir, nas fontes de iluminação, as lâmpadas comuns por outras LED, para baixar os consumos.

As medidas postas em prática nos últimos cinco anos, lê-se na notícia citada, têm permitido "uma diminuição sustentada do consumo anual de energia, que se refletiu numa poupança nos custos superior a 135 mil euros em 2019 quando comparado com o valor de 2014".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de