Politécnico do Porto IP Porto dedicou maio a preparar diplomados para o mercado de trabalho

Criação de um CV eficaz, preparação para as entrevistas de emprego, técnicas para a criação do próprio emprego: ao longo de três semanas os licenciados do IP Porto puderam apurar o seu ataque ao mercado de trabalho

Termina esta sexta-feira, 28 de maio, no Politécnico do Porto o Mês da Empregabilidade, uma iniciativa do Gabinete do Antigo Estudante e o Gabinete de Integração Académica e Profissional do Politécnico do Porto, que contou com o patrocínio do Santander Universidades. Dirigido à preparação dos seus estudantes e graduados para a entrada no mercado de trabalho, o objetivo foi não apenas fornecer ferramentas para melhor se candidatarem a colocações, ou criarem o seu próprio emprego, como erigir uma ponte entre as empresas, os estudantes e alumni P.Porto.

Com as iniciativas organizadas, aos estudantes e diplomados foi dada a oportunidade de conhecerem as melhores oportunidades de recrutamento e, ao tecido empresarial, de estabelecer contacto direto com possíveis candidatos com os mais diversos perfis.

Um encontro que foi reforçado pelo já habitual Company Dating, que este ano foi em formato inteiramente virtual. De acordo com a notícia publicada no site do próprio Instituto Politécnico do Porto (IPP), "foram várias as empresas que demonstraram interesse em conhecer mais de uma centena de candidatos competentes e altamente motivados, recorrendo ao recrutamento e seleção à distância, uma prática cada vez mais utilizada por organizações que se querem destacar no mercado".

"Estamos sensibilizados para o contexto atual e preocupados com uma crise não apenas epidemiológica mas que será, a breve prazo, económica", afirmou Paulo Santos, coordenador do projeto e pró-presidente do Politécnico do Porto, citado na mesma notícia. "Por um lado queremos apoiar e maximizar as competências dos nossos estudantes e alumni na entrada para o mercado de trabalho", sublinhou. Por outro, esta foi também uma oportunidade para, aproveitando o atual contexto pandémico, "sensibilizar empresas e empregadores para a adoção de mecanismos online no processo de seleção e recrutamento".

De resto, ao longo das três semanas deste mês de maio, foram veiculados conhecimentos e ferramentas para a criação de CV eficazes, a preparação para entrevistas de emprego, a realização do pitch perfeito, a criação do próprio emprego ou a candidatura a programas de apoio.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de