10 rotas para conhecer o vinho português

ng3096836

O vinho é um dos produtos que os portugueses mais acarinham. Apesar da queda no seu consumo, cerca de 5% em 2012, muito são os portugueses que procuram saber mais sobre as diversas regiões vinícolas que constituem o país.

E uma dessas formas é seguir as dez rotas de vinhos em Portugal, segundo o site Prove Portugal, onde existem muitas propostas de enoturísmo:

1. Rota de Vinhos da Península de Setúbal. Região onde a elevada qualidade
dos vinhos de Indicação Geográfica Península de Setúbal, DO
Palmela e DO Setúbal é também comprovada através dos prémios
obtidos em concursos nacionais e internacionais. Ver aqui alguns dos produtores.

2. Rota da Bairrada.É uma região de cultura
vitivinícola, gastronómica e de outras características, situada entre dois importantes centros urbanos e universitários,
Aveiro e Coimbra. Cabe à Associação Rota da Bairrada, iniciativa público-privada, o papel na
promoção do destino/território, organizando e estruturando a
oferta, fomentando a lógica de trabalho em rede/parceria . Ver aqui algumas sugestões.

3. Rota da Vinha e do Vinho do Ribatejo. Esta rota oferece que como o nome indica toda a riqueza do Ribatejo, a possibilidade de conhecer e visitar as adegas do
Ribatejo, provar os seus vinhos e apreciar a história da região. Ver mais aqui.

4. Rota dos Vinhos Verdes. Segundo o site Prove Portugal, são três os percursos sugeridos:
“Três Cidades de Encanto”, Guimarães, Braga e Amarante;
“Do Cávado ao Lima”, visitando Barcelos, Viana do Castelo
e Ponte de Lima; “Da Costa à Serra”, descobrindo Caminha,
V. N. de Cerveira e Monção. Veja aqui com mais detalhe.

5. Rota do Vinho do Porto. Esta é uma associação de carácter Enoturístico com os associados dispersos por toda a Região Demarcada do Douro. Possui uma grande abrangência territorial e faz da
promoção da Região a sua grade bandeira. Ver aqui mais informação.

6. Rota dos Vinhos do Oeste. Região destaca-se pelos vinhos encorpados
aromáticos e de precioso valor alcoólico. A sul, produzem-se tintos
vivos enquanto novos, intensos, equilibrados e com um raro aroma após
envelhecidos; a norte, predominam os vinhos brancos, deliciosamente
frutados. Ver aqui.

7. Rota do Vinho do Dão.Descobrir este vinho, tinto ou branco, é descobrir também o queijo Serra da Estrela, a maçã Bravo de
Esmolfe, o cabrito, a doçaria ou enchidos. Veja aqui que mais…

8. Rota das Vinhas de Cister. A rota das Vinhas de Cister faz-se numa
das mais recentes regiões vitivinícolas portuguesas, a de
Távora-Varosa. Aqui, mais informação.

9. Rota dos Vinhos da Beira Interior. Região onde se inclui, entre outras, as zonas de Castelo Rodrigo e Pinhel,
com o verde das videiras a contrastar com o granito dos castelos. Aqui mais informações.

10. Rota do Alvarinho. Consiste numa rede diversificada e integrada de
aderentes, com o objectivo de promover Melgaço enquanto destino
enoturístico de excelência. Já o
Vinho Alvarinho, nascido num terroir único no mundo, é proveniente de
uma casta singular que só cresce na Península Ibérica.Ver aqui.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Assembleia da República. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Gestores elegem medidas para o novo governo

Joana Valadares e a sócia, Teresa Madeira, decidiram avançar em 2015, depois do encerramento da empresa onde trabalhavam há 20 anos. Usaram o Montante Único para conseguir o capital necessário e a Mimobox arrancou em 2016. Já quadruplicaram o volume de negócios. (Foto cedida pelas retratadas)

Desempregados que criam negócios geram mais emprego

Salvador de Mello, CEO do grupo CUF (Artur Machado/Global Imagens)

CUF vai formar alunos médicos de universidade pública

Outros conteúdos GMG
10 rotas para conhecer o vinho português