Web Summit 2018

EDP vai à Web Summit com 45 milhões nos bolsos

Web Summit 2017- dia 1 (7)

Capital de risco da EDP tem três veículos financeiros, através dos quais já investiu 27 milhões de euros.

Em 2016 e 2017, a EDP levou à Web Summit um carrossel em que os fazedores rodavam a sua sorte, fazendo um pitch à elétrica, uns buscando financiamento e outros parcerias. Neste ano será diferente. O carrossel reformou-se e deu lugar a um elevador. No stand da elétrica vai estar um elevador que, em cerca de um minuto, vai permitir aos empreendedores mostrar o que valem e talvez ficarem mais próximos dos milhões que a EDP Ventures, o braço de capital de risco da elétrica liderada por António Mexia, tem disponíveis para investir nos próximos anos.

“Desta vez, vamos ter uma coisa um bocadinho mais clássica: um elevator pitch. O elevador vai ter um movimento relativamente lento que é para dar tempo para o pitch. Na Web Summit estamos perante um mundo de oportunidades e de empresas muito apelativas. Acreditamos que temos de ter um stand de alguma forma marcante e que atraia as startups e as pessoas com quem queremos falar”, conta Luís Manuel, administrador da EDP Inovação.

Das centenas de contactos feitos durante a cimeira de tecnologia e empreendedorismo nos últimos dois anos, há 20 projetos com quem mantêm uma relação de proximidade e houve um investimento, numa empresa israelita. “A EDP Ventures na verdade são três veículos: um veículo [para investimentos] internacionais, um para Portugal e outro para o Brasil. Esses três veículos gerem em conjunto cerca de 72 milhões de euros de capital, dos quais 27 estão investidos. 45 milhões é o que temos ainda disponível para investir ao longo dos próximos três a quatro anos.”

Luís Manuel sinaliza que a Web Summit é um dos poucos eventos de tecnologia em que participam. “Para nós, a Web Summit é um bocadinho alargar a inovação para lá das fronteiras da energia.” E a estratégia já está definida. A EDP vai estar especialmente atenta a startups que lhes permitam fornecer novos produtos e soluções para os clientes, redes inteligentes, cleaner energy (área de inovação dedicada à geração renovável), armazenamento de energia produzida pelas fontes e data.

Quanto ao facto de a Web Summit ficar em Lisboa mais dez anos, o administrador da EDP Inovação diz apenas: “Estamos entusiasmados e queremos mais.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(EPA/ALEXANDER BECHER)

Ainda há 17 mil automóveis do grupo Volkswagen por reparar

Fotografia: Mário Ribeiro

Antigo ministério da Educação vai ter 600 camas para estudantes

(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Portugueses estão a pedir mais dinheiro para pagar contas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
EDP vai à Web Summit com 45 milhões nos bolsos