talkdesk

13,4 milhões. Portuguesa Talkdesk levanta investimento nos EUA

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

A empresa portuguesa <a href="http://www.talkdesk.com/" target="_blank">Talkdesk</a>, <strong>dedicada ao desenvolvimento e venda de software para call centers</strong>, anunciou esta terça-feira a captação de investimento de 13,4 milhões de euros, o equivalente a 15 milhões de dólares.

Na ronda de investimento captado pela empresa investiu um fundo de capital de risco liderado pela DFJ – que já investiu em empresas como o Twitter, o Tumblr e o Skype –e que conta também com a participação de um investidor já existente, a Storm Ventures.

A empresa dedica-se ao desenvolvimento de software usado por empresas que integra o serviço de call center: as empresas usam a Takdesk para criar centros com os quais os clientes podem comunicar e pedir assistência. Essas chamadas são depois encaminhadas para serviços internos e bases de dados da empresa – Salesforce ou Zendesk, por exemplo – que informam a empresa sobre a informação relevante, orientando o cliente para o melhor serviço ou pessoa a contactar. Com a solução desenvolvida, a empresa portuguesa promete criar call centers em cinco minutos.

“Deste o nosso lançamento no TechCrunch Disrupt, em Nova Iorque, em 2012, temos tido um crescimento incrível. A nossa equipa cresceu de seis para mais de 70 trabalhadores e recentemente mudámo-nos para a nossa sede em São Francisco. Expandimos o negócio para escritórios em Portland, Oregon e Lisboa, Portugal, para dar apoio ao crescimento de uma equipa talentosa”, escreveu esta manhã Tiago Paiva, co-fundador da empresa, no blog da Talkdesk, acrescentando que todas as mudanças – incluindo o volume de negócios dez vezes maior, ano após ano, e o número de clientes, agora 2000, não seriam possíveis sem “clientes, amigos, família, investidores e apoiantes”.

“Conheci a equipa da Talkdesk há cerca de um ano quando a empresa tinha um empregado ainda não tinha escritório nos Estados Unidos mas já tinha uma relação produto-mercado adequada. Ofereci-me para investir em 15 minutos“, recorda Jason Lemkin, da diretor-geral da Storm Ventures.

Com o investimento levantado, a Talkdesk quer continuar a crescer de forma “exponencial”, avança a empresa em comunicado. “A Talkdesk vai usar o capital para fazer crescer os produtos, design e equipas de engenharia, em simultâneo com as valências globais de crescimento do marketing e apoio ao cliente”, afirma a empresa.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Saídas para a reforma disparam 43% na função pública

Foto: DR

EDP flexibilizou pagamento de faturas no valor de 60 milhões de euros

Carteiros

CTT vão entregar cartão de cidadão em casa. Piloto arranca em Oeiras

13,4 milhões. Portuguesa Talkdesk levanta investimento nos EUA