fazedores

Mais de 20 startups lusas concorrem a programa de aceleração da Repsol

Detalhe da entrada da sede do campus da REPSOL. Foto: Direitos Reservados
Detalhe da entrada da sede do campus da REPSOL. Foto: Direitos Reservados

Do 649 projetos que se candidataram ao programa de aceleração da Fundação Repsol, 23 são portugueses. As candidaturas vencedoras vão ser conhecidas em julho.

O programa de aceleração da Fundação Repsol – o Fundo de Empreendedores – recebeu candidaturas de 649 projetos. Deste montante global, 23 são nacionais. Assim, para esta edição, houve mais startups portuguesas a candidatarem-se, ao algo que estará relacionado, segundo o comunicado enviado às redações, “com a deslocação de um grupo de representantes do fundo a Portugal, em fevereiro, para reuniões com representantes da Repsol no país e com diferentes protagonistas do empreendedorismo e inovação”, depois de já terem marcado presença na Web Summit, em novembro passado.

O Fundo de Empreendedores vai na oitava edição e o número global de candidatos aumentou 78%. Apesar de a grande maioria das candidaturas ao programa ter origem em Espanha – 329 projetos – dos EUA chegaram 62, do Reino Unido 42 e do Canadá 25. “As candidaturas estiveram repartidas de forma homogénea pelas seis temáticas do concurso. Contudo, destaca-se o aumento de 82% face a 2018 de candidaturas relacionadas com novas tecnologias para a indústria do petróleo e gás e de 43% de novos materiais. Aumentaram também as candidaturas relacionadas com economia circular e biotech (31%) e digitalização e mobilidade avançada (16%)”, refere em comunicado.

O processo de seleção das startups que vão integrar o programa de aceleração vai estar concluído em julho, altura em que vão ser reveladas as candidaturas vencedoras. O programa de aceleração arranca em outubro.

As startups vencedoras vão receber um prémio monetário de 144 mil euros durante um ano da Fundação Repsol. O financiamento poderá ser canalizado para o desenvolvimento dos projetos. Além disso, a Fundação vai ainda dar assessoria técnica e empresarial e formação em gestão empresarial, temas legais e marketing.

Desde o arranque do programa de aceleração que a Fundação Repsol já apoiou mais de 48 startups, das quais três são portuguesas: a Inanoenergy, a C2C-Newcap e a FuelSave.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Défice externo até julho agrava-se para 1633 milhões de euros

Secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves.
Maria João Gala / Global Imagens

Secretário de Estado da Proteção Civil demitiu-se

Rui Rio quer jornalistas penalizados por violação do segredo de justiça

Rui Rio quer jornalistas penalizados por violação do segredo de justiça

Outros conteúdos GMG
Mais de 20 startups lusas concorrem a programa de aceleração da Repsol