Alimentação

3Mosso. Todas as cervejas do mundo podem rimar com o tremoço português

Diogo Campos Costa da 3Mosso
(Gustavo Bom / Global Imagens)
Diogo Campos Costa da 3Mosso (Gustavo Bom / Global Imagens)

A ideia surgiu a Diogo Campos Costa quando estava na Holanda, país com um consumo considerável de cerveja, mas pouca oferta de snacks para acompanhar

No início do próximo mês, os milhares de fãs que aguardam o regresso dos Guns N’ Roses a Portugal poderão assistir ao concerto da banda de Axl Rose de uma forma bem portuguesa: a beber cerveja e a comer tremoços. O espetáculo que vai ter lugar no Passeio Marítimo de Algés, em Oeiras, na sexta-feira, 2 de junho, marcará também o lançamento da 3Mosso, o negócio de Diogo Campos Costa, um jovem de 23 anos que quer dar uma roupagem gourmet ao tradicional tremoço e espalhar o produto pelos bares e restaurantes do mundo inteiro. “No concerto dos Guns N’ Roses vamos vender os tremoços nos bares de cerveja. Custa um euro e há três sabores disponíveis”, conta o fazedor ao Dinheiro Vivo.

Simples, picante ou com orégãos e alho: são as três variantes oferecidas aos clientes durante o espetáculo. Ao longo do verão o produto estará à venda nos principais festivais de música, como o EDP Cool Jazz, numa embalagem descartável, com os tremoços de um lado e, do outro, um recipiente para as cascas, evitando que se deite lixo no chão. Mas nos restaurantes a roupagem da 3Mosso será diferente. “Vamos entrar nos estabelecimentos de restauração e nas lojas gourmet com um pote de barro que é também um produto tradicional do nosso país”.

Diogo Campos Costa tem estado a trabalhar com diversos parceiros portugueses, desde produtores a distribuidores, para se afirmar no mercado nacional. Mas tem vistas mais alargadas: o objetivo é lançar a marca no estrangeiro. “Esta ideia surgiu-me no final do ano passado, quando estava a fazer Erasmus na Holanda, que é um país com um consumo considerável de cerveja. Só que eles não têm nenhuma opção de snack interessante para acompanhar”. Diogo lembrou-se imediatamente do tradicional tremoço português, “que é saboroso e saudável, com pouca gordura e rico em proteínas e fibras”. E que rimará com todas as cervejas do mundo. Por agora, lá fora, o fazedor já está em contacto com diversos estabelecimentos comerciais no mercado brasileiro e francês, mas reconhece que o tremoço português é um produto que poderá funcionar bem noutras geografias.

Até agora, todo o investimento no projeto foi feito com capitais próprios e Diogo afirma que não está à procura de qualquer investimento. “Na verdade, isto nem é bem uma questão de dinheiro. Isso tem um valor secundário, neste momento. É mais uma questão sentimental. Eu sempre quis ser empreendedor e ter o meu próprio negócio”, confessa, admitindo que foi por isso que seguir Gestão, tendo concluído a licenciatura na Universidade Católica, onde fez também o seu mestrado em Estratégia e Empreendedorismo.

O fazedor já tinha realizado outros projetos, como a criação de uma cidra de pera rocha, no ano passado, e anteriormente um sistema de controlo de rega automático para propriedades agrícolas. Na altura, os estudos impossibilitaram que os pudesse desenvolver a fundo e ficaram na gaveta para mais tarde. Por agora, não estão no pensamento de Diogo Campos Costa, que se quer dedicar a 100% à 3Mosso. “Até porque, mesmo em Portugal, há um enorme mercado. As pessoas ainda não associam o tremoço a marcas. Há espaço para surgir um produto gourmet e trendy”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Primeira greve da história da Autoeuropa realizou-se a 30  de agosto. Fotografia: JFS / Global Imagens

Autoeuropa com seis listas para a comissão de trabalhadores

Fotografia: MIGUEL A. LOPES/ LUSA

OE2017: Défice desce para 1,9% do PIB no primeiro semestre

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, discursa durante a cerimónia de inauguração da nova área de produção da Bosch Security Systems, na zona Industrial de Ovar. Fotografia: PAULO NOVAIS/LUSA

Marcelo espera défice de 1,5% para este ano e crescimento de 3,2%

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
3Mosso. Todas as cervejas do mundo podem rimar com o tremoço português