ensino

Mais de 10 mil alunos de escolas de Cascais vão aprender a ser empreendedores

Ninho de Empresas da DNA Cascais
Ninho de Empresas da DNA Cascais

Arranca hoje o maior programa municipal de empreendedorismo nas escolas.

São 50 escolas do concelho de Cascais, do primeiro ciclo, ensino secundário e profissional, que aderiram ao programa DNA Cascais Escolas Empreendedoras 2016/17. O objetivo é fornecer ferramentas aos mais jovens, para que eles considerem criar um negócio próprio como possibilidade futura no seu percurso profissional.

A iniciativa é promovida pela DNA Cascais, a agência de empreendedorismo do município, que conta com diversos parceiros da área da inovação e do ensino para ministrar as formações aos mais novos. “Sabemos que nem todos serão empreendedores, mas também não é esse o nosso foco. O importante é que os nossos programas tenham a capacidade de desenvolver novas atitudes junto dos jovens”, afirmou o presidente da associação, Nuno Piteira Lopes. Ana Baptista, professora do Agrupamento de Escolas de Carcavelos, salienta a importância destas iniciativas: “os alunos exploram oportunidades e tomam consciência da sua capacidade de liderança, inventam novas soluções, apresentam mudanças comportamentais e perspetivas positivas em relação ao futuro”.

Conheça aqui as novas incubadoras da Fundação da Juventude.

O programa conta com a parceria da Science4you, da Startiupi, da Associação Inspirar o futuro, da Universidade Europeia, da Associação Empresarial do concelho e do Clube Business Angels de Cascais.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O antigo secretário de Estado da Energia e da Inovação, Henrique Gomes, fala perante a Comissão Parlamentar de Inquérito ao Pagamento de Rendas Excessivas aos Produtores de Eletricidade, na Assembleia da República em Lisboa, 23 de janeiro de 2019. TIAGO PETINGA/LUSA

Henrique Gomes disse que “Mexia é osso duro de roer” e teve de sair da REN

A área alimentar gerou vendas históricas de quatro mil milhões de euros. Fotografia: D.R.

Sonae atinge vendas recorde de 6,3 mil milhões com impulso do Natal

António Costa, primeiro-ministro, e Mário Centeno, ministro das Finanças, num debate parlamentar sobre o OE2019. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Universidade Católica prevê menos crescimento em 2018 e 2019

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Mais de 10 mil alunos de escolas de Cascais vão aprender a ser empreendedores