Networkme levanta 1 milhão de euros para acelerar expansão ibérica

Capital angariado vai permitir à startup portuguesa acelerar a expansão em Portugal e Espanha, aumentar para 30 o número de colaboradores e implementar um sistema de recomendação na plataforma para fazer match entre empresas e estudantes. As dez vagas em aberto destinam-se às áreas de IT e finanças.

Mariana Coelho Dias
Felipe Vieira, CEO e cofundador da Networkme, e Marcelo Manteigas, cofundador e CTO © Direitos Reservados

A portuguesa Networkme, que criou uma plataforma para conectar estudantes e profissionais, empresas e universidades, a fim de facilitar o recrutamento, anunciou esta quinta-feira que captou um milhão de euros, numa ronda de investimento liderada pela gestora de capital de risco espanhola Big Sur Ventures, na qual participaram também a Fundação Inovação Bankinter, Demium, Newzone, Savvy Capital, Valutia, Verve Capital e business angels de referência internacional.

O capital angariado servirá para acelerar a expansão do projeto em Portugal e na recém-chegada Espanha, bem como reforçar o recrutamento neste mercados e desenvolver novas atualizações e tecnologias para a plataforma. Com o Reino Unido, Alemanha e Brasil debaixo de olho, a Networkme tem como metas alcançar os 80 mil estudantes ibéricos inscritos na plataforma e contratar mais dez colaboradores para IT e finanças, até ao final do ano. As vagas são para trabalho híbrido.

No que aos novos desenvolvimentos tecnológicos diz respeito, a startup fundada por Felipe Vieira e Marcelo Manteigas pretende atualizar a sua plataforma e criar um sistema de recomendação capaz de fazer o "match perfeito" entre as empresas parceiras e os utilizadores, com base nas aptidões e competências do candidato.

"Esta ronda de investimento vem dar um novo impulso à Networkme e à sua ação junto das empresas e do talento jovem, tanto em Portugal, mercado onde estamos a crescer muito, mas também em Espanha, onde entrámos recentemente. Estamos cheios de energia para continuar com a nossa missão de ajudar os jovens a descobrirem as suas carreiras e as empresas a recrutarem novos talentos", diz o também CTO, Felipe Vieira, citado em comunicado.

Mais Notícias

Veja Também

Outros Conteúdos GMG