fazedores

Amrita. Água da juventude chega a Portugal

A bandeira da Letónia. Foto: REUTERS/Ints Kalnins/File Photo
A bandeira da Letónia. Foto: REUTERS/Ints Kalnins/File Photo

Parceria com distribuidora italiana permite venda, já na Páscoa, das garrafas de água com propriedades que abrandam envelhecimento.

A Amrita é a marca da Letónia que quer agitar as águas em todo o mundo. A startup vende água alcalina captada num poço, a 160 metros de profundidade, recheada de minerais e de propriedades para abrandar o envelhecimento dos tecidos, prolongar a saúde dos ossos e acelerar o metabolismo. Depois de vender 500 mil garrafas no mercado local e nos EUA, esta marca poderá ser encontrada em algumas lojas portuguesas já a partir da Páscoa.

“A partir de março ou abril vamos estar em Portugal. Chegámos a acordo com uma empresa italiana que quer importar as nossas garrafas e que tem parceiros de distribuição em lojas selecionadas de Portugal, Espanha e Croácia. Vamos vender a água em garrafas de vidro, ao contrário do que acontece em outros mercados”, anunciou Egija Gailuma, uma das fundadoras.

O consumo de água alcalina está a aumentar por questões de saúde. O nosso organismo está próximo da neutralidade, com um pH de 7,4. Só que este nível acaba por descer e o corpo torna-se ácido devido aos maus hábitos alimentares. A Amrita pode fazer a diferença: tem um nível de pH de 9,6, “o que permite às células absorverem 200 vezes mais oxigénio”.

Egija Gailuma já vai no terceiro negócio desde que saiu da universidade. Com passagens por Singapura e EUA, onde ajudou a fundar duas startups, voltou à Letónia há alguns anos. Pouco tempo depois, “vários cientistas biomédicos tiveram a ideia da água anti-envelhecimento e começaram a desenvolver uma fórmula com a Orkla, uma grande empresa alimentar na Letónia. Só que a Orkla foi vendida a um grupo escandinavo, que comprou todas as áreas de negócio mas deixou de fora a fórmula.”

Foi então que Egija começou a dar um novo potencial a esta ideia. Para já, não se sabe se a marca será imortal como a deusa Amrita. Mas depois de 500 mil euros de investimento, os letões já estão à procura de mais cinco milhões de euros de financiamento em série A.

* Jornalista viajou a convite da agência de investimento da Letónia

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O empresário Joe Berardo à chegada para a sua audição perante a II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República, em Lisboa, 10 de maio de 2019. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Joe Berardo: “Tenho servido de bode expiatório”

Carlos Costa. Foto: JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

BdP vai divulgar relatório dos grandes devedores mas incompleto

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Centeno assegura clarificação das dúvidas do BCE

Outros conteúdos GMG
Amrita. Água da juventude chega a Portugal