Investimento

Andy Murray ajuda Seedrs a investir mais de 200 milhões de euros

Andy Murray é um dos membros do comité consultivo da Seedrs desde junho de 2015. Fotografia: EPA/LARRY W. SMITH
Andy Murray é um dos membros do comité consultivo da Seedrs desde junho de 2015. Fotografia: EPA/LARRY W. SMITH

Tenista britânico apostou em três novas startups locais para o seu portefólio

Andy Murray continua a ‘servir’ para ajudar a Seedrs. O tenista britânico e atual número um do ranking mundial de ténis ATP investiu em três startups do Reino Unido e contribuiu para que as campanhas realizadas na plataforma de equity crowdfunding (financiamento coletivo em troca de capital) ultrapassassem os 200 milhões de libras (235 milhões de euros) de investimento.

“Os investimentos de Andy Murray ajudaram a Seedrs a ultrapassar o patamar dos 200 milhões de libras em investimento feito através de campanhas na plataforma. O Andy é um grande exemplo de um investidor que percebe a qualidade dos ativos e a importância de construir um portefólio diversificado”, assinala Jeff Lynn, presidente executivo da plataforma luso-britânica cofundada com o português José Neves em nota enviada às redações esta segunda-feira.

O número mundial do ténis decidiu investir, por valor não identificado, na MacRebur, empresa que constrói estradas a partir do desperdício de plásticos; VPAR, plataforma tecnológica de golfe; e na Bijou Commerce, plataforma de comércio móvel na área de retalho.

Andy Murray está na Seedrs desde junho de 2015 como membro do conselho consultivo.

A Seedrs inaugurou na semana passada o novo escritório em Lisboa. A plataforma de equity crowdfunding deverá ter, até ao final deste ano, uma parceria de coinvestimento com a sociedade de capital de risco pública Portugal Ventures. Por exemplo, se uma startup portuguesa obtiver um financiamento de 200 mil euros junto da Seedrs, receberá automaticamente o mesmo montante da Portugal Ventures, num total de 400 mil euros. O anúncio desta parceria foi feito pelo secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Inspeção Geral das Finanças tem inquérito a decorrer.

IGF detetou ilegalidades de 1900 milhões de euros em 2016

Patrick Drahi lidera grupo Altice. Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Acionistas da dona do Meo apresentam queixa por “informação falsa ou enganosa”

Fotografia: JOSÉ COELHO/LUSA

OE2018: Aprovado aumento extraordinário de 6 ou 10 euros nas pensões

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Conteúdo TUI
Andy Murray ajuda Seedrs a investir mais de 200 milhões de euros