Apex Capital recruta ex-Eleven Sports para a liderença

Depois de liderar o grupo Eleven Sports, Luís Vicente é o presidente do conselho de administração da plataforma de investimentos portuguesa e que conta com o piloto António Félix da Costa como um dos fundadores.

Luís Vicente é o novo líder da Apex Capital. O ex-presidente do grupo Eleven Sports foi escolhido para liderar o conselho de administração da plataforma de investimentos que conta com o piloto António Félix da Costa como um dos fundadores, segundo o anúncio feito esta segunda-feira em comunicado.

"Conheço e admiro o António Felix da Costa há muitos anos e tenho seguido o excitante trajecto da Apex Capital ao longo dos últimos 12 meses. Defendo há muitos anos que os atletas têm um papel muito mais relevante a desempenhar na indústria do desporto e projectos como a Apex Capital são demonstrativos da influência crescente dos atletas empreendedores", salienta Luís Vicente, citado no mesmo comunicado.

Anteriormente, Luís Vicente foi o primeiro português a integrar o conselho de administração da FIFA, como responsável pela área de transformação digital e inovação. O português trabalhou anteriormente com algumas das maiores marcas mundiais e representou os futebolistas Luís Figo e Ronaldo Nazário.

"Conhecemos o Luís há muitos anos e partilhamos uma visão semelhante sobre o papel e potencial dos atletas de alta competição como empreendedores. Estamos a atravessar uma transição de poder no ecossistema do desporto e todos sentimos que os atletas e os fãs podem ocupar um lugar mais determinante. Através da Apex, vamos investir em conceitos inovadores e disruptivos na área do desporto, onde os atletas se vão tornar fundamentais para o sucesso dos seus investimentos", salienta António Félix da Costa.

Fundada em 2020, a Apex Capital é "uma plataforma de investimento onde alocamos oportunidades exclusivas a atletas de alta competição e que normalmente estão reservadas a investidores profissionais", conforme explicou, em março, ao Dinheiro Vivo, António Caçorino, outro dos fundadores da Apex Capital.

Startups, empresas que precisam de escalar a nível internacional e ativos imobiliários são as principais oportunidades de investimento da primeira fase da Apex Capital e sem um fundo de investimento associado.

A Apex Capital vai viver do sucesso dos investimentos que forem feitos pelos atletas: se houver retorno, a empresa ficará com uma comissão. Das várias oportunidades apresentadas, sete já resultaram em investimentos, como a solução portuguesa na área das entregas Batch e a plataforma de comercialização de ativos NFT para marcas de luxo Exclusible.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de