novos negócios

Bag4Days. Alugar mala de luxo a preço de saldo

Da esquerda para a direita: Rúben Martins (fundador), Amândio Oliveira, Luís Figueiredo e Tim Kusel são quatro dos cinco membros da Bag4Days. Foto: DR
Da esquerda para a direita: Rúben Martins (fundador), Amândio Oliveira, Luís Figueiredo e Tim Kusel são quatro dos cinco membros da Bag4Days. Foto: DR

Startup de Famalicão começou em 2016 e está em 12 países da UE. Samsonite e Delsey são parceiros.

Hoje qualquer pessoa pode viajar com uma mala de luxo graças à Bag4Days. A startup de Vila Nova de Famalicão aluga malas de viagem de marcas como Samsonite e Delsey. O serviço funciona em 12 países da UE, graças a parcerias com duas distribuidoras. Os preços começam nos 7,5 euros por dia – o mínimo são quatro dias – e o aluguer pode ser feito através do portal da Bag4Days ou por telefone.

“O cliente tem de escolher a mala até quatro dias antes do aluguer e pode pagar com cartão de crédito, via PayPal ou transferência bancária”, explica Rúben Marques, fundador da Bag4Days. Depois, “é contactado para saber se pretende a entrega em casa, numa loja ou em outros espaços que são nossos parceiros”. A mala é recebida 24 horas antes do dia de viagem e 24 horas depois do regresso. “Os dias de entrega e de recolha não são cobrados.”

A Bag4Days surgiu depois de uma viagem problemática de Rúben Marques ao Brasil, em 2016. “Assaltaram-me a mala, partiram uma das rodas e tive de levar quase tudo ao colo até ao hotel. Quando regressei a Portugal, pensei que seria cliente de uma solução que permitisse o aluguer de malas.”

Concorreu a um programa da Universidade do Minho para agilizar ideias e arrancou com o negócio em 2016. “Concluímos que não havia nada do género em Portugal.” O investimento inicial foi de 30 mil euros. No início, além do aluguer, a Bag4Days também guardava e partilhava malas. Mas estes dois formatos foram abandonados porque nasceram vários serviços concorrentes.

Atualmente, além do escritório em Famalicão, a empresa tem um escritório em Gaia, onde gere as reservas e as chamadas. A startup espera ainda neste ano atravessar o Atlântico: um cliente poderá alugar a mala em Portugal e devolvê-la no Brasil.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
REUTERS/Pedro Nunes/File Photo

Programa de arrendamento acessível arranca a 1 de julho. Tudo o que deve saber

Fotografia: Pedro Rocha/Global Imagens

Governo questiona RTP sobre não transmissão de Jogos de Minsk

DHL Express Store2

DHL Express vai investir até 600 mil euros em rede de lojas pelo país

Outros conteúdos GMG
Bag4Days. Alugar mala de luxo a preço de saldo