novos negócios

Bag4Days. Alugar mala de luxo a preço de saldo

Da esquerda para a direita: Rúben Martins (fundador), Amândio Oliveira, Luís Figueiredo e Tim Kusel são quatro dos cinco membros da Bag4Days. Foto: DR
Da esquerda para a direita: Rúben Martins (fundador), Amândio Oliveira, Luís Figueiredo e Tim Kusel são quatro dos cinco membros da Bag4Days. Foto: DR

Startup de Famalicão começou em 2016 e está em 12 países da UE. Samsonite e Delsey são parceiros.

Hoje qualquer pessoa pode viajar com uma mala de luxo graças à Bag4Days. A startup de Vila Nova de Famalicão aluga malas de viagem de marcas como Samsonite e Delsey. O serviço funciona em 12 países da UE, graças a parcerias com duas distribuidoras. Os preços começam nos 7,5 euros por dia – o mínimo são quatro dias – e o aluguer pode ser feito através do portal da Bag4Days ou por telefone.

“O cliente tem de escolher a mala até quatro dias antes do aluguer e pode pagar com cartão de crédito, via PayPal ou transferência bancária”, explica Rúben Marques, fundador da Bag4Days. Depois, “é contactado para saber se pretende a entrega em casa, numa loja ou em outros espaços que são nossos parceiros”. A mala é recebida 24 horas antes do dia de viagem e 24 horas depois do regresso. “Os dias de entrega e de recolha não são cobrados.”

A Bag4Days surgiu depois de uma viagem problemática de Rúben Marques ao Brasil, em 2016. “Assaltaram-me a mala, partiram uma das rodas e tive de levar quase tudo ao colo até ao hotel. Quando regressei a Portugal, pensei que seria cliente de uma solução que permitisse o aluguer de malas.”

Concorreu a um programa da Universidade do Minho para agilizar ideias e arrancou com o negócio em 2016. “Concluímos que não havia nada do género em Portugal.” O investimento inicial foi de 30 mil euros. No início, além do aluguer, a Bag4Days também guardava e partilhava malas. Mas estes dois formatos foram abandonados porque nasceram vários serviços concorrentes.

Atualmente, além do escritório em Famalicão, a empresa tem um escritório em Gaia, onde gere as reservas e as chamadas. A startup espera ainda neste ano atravessar o Atlântico: um cliente poderá alugar a mala em Portugal e devolvê-la no Brasil.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(DR)

Crédito ao consumo dispara 15% em outubro

(Paulo Spranger/Global Imagem)

Indemnizações pagas pelo Fundo de Garantia Salarial não escapam ao IRS

CP tem de entregar contrato de serviço público com o Estado até 31 de dezembro. (Leonardo Negrão / Global Imagens)

CP: Adiamento de manutenção de comboios regionais vale demissão

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Bag4Days. Alugar mala de luxo a preço de saldo