Bairro Operário da Vista Alegre vai ser hotel de 5 estrelas

Se as paredes falassem, estas teriam muitas histórias para contar. Construído na mesma altura da fundação da Vista Alegre - 1824 - o bairro operário da fábrica de Ílhavo dava abrigo aos funcionários da fábrica e foi passando de pais para filhos até aos dias de hoje.

Em 2010, a última dezena de moradores foi obrigada a abandonar as casas do bairro. Hoje, a Vista Alegre anunciou novidades. O antigo bairro operário da fábrica de porcelana portuguesa - empresa comprada pelo grupo Visabeira em 2009 - vai ser recuperado e transformado num hotel de 5 estrelas, anunciou hoje a empresa.

O acordo - uma parceria entre a Vista Alegre Atlantis, a Câmara Municipal de Ílhavo, a Agência para o Comércio Externo de Portugal - AICEP Portugal Global, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro e a Direcção Regional de Cultura do Centro - foi assinado esta 6ª feira, num investimento de 14,4 milhões de euros.

O projeto vai criar uma centena de postos de trabalho e tem como objetivo construir o hotel de cinco estrelas a partir do Palácio da Vista Alegre, recuperar a capela de Nossa Senhora da Penha de França (monumento nacional) e recuperar e ampliar o Museu da Vista Alegre.

O bairro operário inclui, não só casas de antigos trabalhadores da fábrica da Vista Alegre como também uma escola com infantário e creche, teatro, cantina, posto de saúde, museu, cooperativa, corporação de bombeiros, barbearia e espaços desportivos, como um campo de futebol, um grémio (para a prática de boxe), um clube náutico e um campo de ténis. O investimento vai ser co-financiado pelo QREN.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de