fazedores

Barkyn recebe 1,7 milhões em ronda liderada pela Indico

Barkyn,  startup tem pacotes de subscrição para cães, que incluem ração, brinquedos e acesso a veterinários e outros serviços. Os cofundadores desta startup são
Ricardo Macedo, responsável operacional, e André Jordão, CEO.
(Artur Machado/Global Imagens)
Barkyn, startup tem pacotes de subscrição para cães, que incluem ração, brinquedos e acesso a veterinários e outros serviços. Os cofundadores desta startup são Ricardo Macedo, responsável operacional, e André Jordão, CEO. (Artur Machado/Global Imagens)

Startup com serviço de subscrição online para animais de estimação vai apostar no desenvolvimento de produtos e na expansão para mais dois mercados.

A Barkyn é uma startup do Porto que tem uma solução que permite que com apenas dois cliques o dono de um cão possa pedir a ração certa para o seu animal, ter acesso a veterinários e treinadores locais, e ainda a snacks e brinquedos, sem ter de recorrer a várias empresas. Recebeu agora 1,7 milhões de euros numa ronda de financiamento liderada pelo fundo da portuguesa Indico Capital Partners. A All Iron Ventures e os business angels Shilling Capital Partners e 7 Graus também participaram na operação.

Com este investimento, a startup pretende apostar no desenvolvimento de novos produtos e na expansão para mais dois países na Europa até ao final de 2019, apurou o Dinheiro Vivo. A Barkyn está já presente em dois mercados externos: Espanha e Itália.

André Jordão, fundador e CEO da Barkyn, em comunicado diz: “O mercado dos animais de estimação está a crescer exponencialmente a nível global e é, atualmente, um dos mercados com maior crescimento em termos de bens de consumo online. As pessoas estão a passar mais tempo e a gastar mais dinheiro com os seus animais de estimação, que são considerados membros da família. Mais do que construir algo inovador no fragmentado mercado dos animais de estimação, estamos a construir o futuro do e-commerce com uma personalização e conveniência extremas. Estamos também muito entusiasmados por termos os investidores certos – têm uma grande experiência em escalar negócios e empresas de tecnologia”.

A Indico Capital Partners é liderada por Stephan de Morais foi formalmente anunciada em janeiro deste ano. Naquela altura, o responsável tinha indicado que tinha quatro investimentos na calha. E a Barkyn é precisamente esse quarto. Os anteriores foram: a Sound Particles, a Bitcliq e a Attentive.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Barkyn recebe 1,7 milhões em ronda liderada pela Indico