startups

Beta-i em digressão pelo país à procura de startups

A Tour arrancou no dia 9 de janeiro na IEUA de Aveiro e vai terminar na quinta-feira, dia 25, no Founders Founders, no Porto.

Não é em bicicleta, mas não deixa de ser uma volta a Portugal. A Beta-i está em digressão pelo país para divulgar os seus programas de aceleração e ajudar a potenciar o tecido empreendedor de cada região. “O ecossistema de Lisboa está nas bocas do mundo, mas se realmente queremos concorrer e afirmar-nos como um dos principais players globais, Lisboa não chega. Precisamos de Portugal inteiro – de Viana do Castelo à ponta de Sagres, de Lisboa à Covilhã – envolvido e a trabalhar de forma colaborativa”, explica ao Dinheiro Vivo Rodrigo Zwetsch, Comunity Manager da Beta-i e um dos organizadores da Tour.

Leia aqui: Live Electric Tours vai representar Portugal na “Eurovisão das Startups”

A digressão arrancou no dia 9 de janeiro na IEUA de Aveiro e vai terminar na quinta-feira, dia 25, no Founders Founders, no Porto. Pelo caminho, estavam marcadas cinco paragens: em Évora, Covilhã, Coimbra, Braga e no UPTEC, também na Invicta. “O Beta-i Tour é um dos projetos mais ambiciosos e queridos para a Beta-i” sublinha o responsável. “Apesar da nossa reconhecida ambição internacional e global, um dos motivos que nos fez começar há oito anos foi a vontade de apoiar e dar oportunidades aos empreendedores portugueses”.

Em cada um dos locais, Rodrigo Zwetsch e Gualberto Pastor, Program Manager do Lisbon Challenge e outro dos organizadores da iniciativa, realizam workshops onde ensinam “os conceitos essenciais a qualquer empreendedor, como técnicas e estratégias de como fazer o pitch perfeito; como abordar um investidor; ou ainda a importância de fazer uma análise da concorrência”. Para além disso dão a conhecer os diversos programas que a Beta-i tem para fazedores. Neste momento, há três iniciativas em curso: o Lisbon Challenge, o principal programa de aceleração da organização; o Global Impact Challenge, que quer levar uma startup a Silicon Valley para trabalhar com a Google e a NASA; e o Free Electron, para empresas da área da sustentabilidade e energia.

Leia aqui: Madeira arranca com retiro para dez startups internacionais

Esta é a segunda edição da Beta-i Tour e, devido ao sucesso da primeira digressão, conta com mais cidades e mais conteúdos. “Atualmente, ter uma boa ideia de negócio não chega. O know how e a ligação aos vários stake holders são essenciais para o sucesso de uma startup e é nisso que queremos ajudar”, indica Rodrigo Zwetsch.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral Depósitos CGD Juros depósitos

Créditos ruinosos da Caixa nas mãos do Ministério Público

A330-900 neo

A330 neo. Associação de pilotos quer ouvir especialistas na Holanda

Greve de motoristas de matérias perigosas parou o país, em abril. 
(MÁRIO CRUZ/LUSA

Nova greve dos camionistas dia 12. Pré-aviso já foi entregue

Outros conteúdos GMG
Beta-i em digressão pelo país à procura de startups