Beta-i fatura 2,5 milhões em ano de pandemia

Plataforma de inovação abriu um escritório no Brasil em 2020. Operação internacional já vale quase metade do negócio.

A Beta-i faturou 2,5 milhões de euros em pleno ano de pandemia. Em 2020, a plataforma de inovação liderada por Pedro Rocha Vieira ajudou a desenvolver um total de 25 programas de inovação para 60 clientes de 20 países. Graças a isso, as operações internacionais já correspondem a 46% do negócio.

A empresa desenvolveu projetos nas áreas da saúde, economia do mar, turismo e hotelaria, economia circular e sustentabilidade, impacto social, retalho e bens de consumo, seguros e finanças, mobilidade e ainda agricultura. 2020 também ficou marcado pela abertura de um escritório no Brasil.

"A soma de visão estratégica, foco e especialização dentro do vasto setor de consultoria, e agilidade de implementação foram cruciais para atravessar um ano singular. O cenário da pandemia apenas intensificou a velocidade de implementação de medidas que já estavam definidas, como o foco na inovação colaborativa; a expansão internacional e em indústrias de maior impacto, alinhadas com o futuro; a entrega dos nossos serviços de forma digital, adaptando a nossa oferta para as novas necessidades dos clientes; e sem dúvida a aposta na consolidação da nossa equipa e reforço dos valores num momento de crise transversal", destaca Pedro Rocha Vieira, citado em comunicado.

O proximo ano é visto como uma oportunidade para "alavancar esta diversidade de competências, mentalidades e formas de atuar da equipa para um novo ano ainda mais assertivo, com um portfolio de produtos capaz de proporcionar um valor claro e tangível para os clientes, startups e demais vozes do ecossistema e de promover um futuro coletivo que tem em conta as necessidades da sociedade, da economia e do crescimento dos negócios", acrescenta o mesmo responsável.

Fundada em 2010, a Beta-i conta com mais de 50 trabalhadores de 15 nacionalidades em Portugal e no Brasil.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de