empreendedorismo

Candidaturas para Montepio Acredita Portugal abertas

(DR)
(DR)

As candidaturas para a 10ª edição do concurso de empreendedorismo Montepio Acredita Portugal estão abertas até 1 de março de 2020.

O período de candidaturas para a décima edição do concurso de empreendedorismo Montepio Acredita Portugal – promovido pela associação Acredita Portugal e o Banco Montepio – já arrancou e os interessados podem submeter as suas candidaturas através do site da Acredita Portugal até ao dia 1 de março de 2020, de acordo com o comunicado enviado às redações.

Este concurso de empreendedorismo, que já apoiou 90 mil projetos numa década, tem como objetivo “identificar, desenvolver, premiar e potenciar o lançamento de ideias e projetos de diferentes setores e em várias categorias, como empreendedorismo social, mobilidade (Prémio Brisa Mobilidade 2020), tecnologia (Prémio K.Tech) e inovação ligada às águas (Prémio H2O Inovação by Águas de Gaia)”.

Para marcar o décimo aniversário da iniciativa, o programa de aceleração conta com algumas alterações: “um período estendido de mentoria para os empreendedores alavancarem da melhor forma o seu projeto. E, para além dos prémios habituais, haverá ainda prémios específicos para distinguir características essenciais no contexto do empreendedorismo como a ‘ideia com mais potencial’, a ‘melhor equipa’ e a ‘maior escalabilidade’.

Fernando Amaro, diretor do segmento da Economia Social e do Setor Público do Banco Montepio, em comunicado, sublinha que este concurso “é um excelente veículo para potenciar o empreendedorismo”.

Por sua vez, Fernando Fraga, diretor de Inovação da Acredita Portugal, destaca a relevância da iniciativa face a “uma dinâmica empreendedora cada vez mais madura e complexa. Neste 10º aniversário torna-se inevitável realizarmos uma retrospetiva do trabalho realizado até ao momento e avaliarmos o contexto do empreendedorismo em Portugal. O espírito empreendedor que nos levou a iniciar este projeto não só se mantém como evoluiu e se consolidou. Perante esta realidade também nós tivemos de evoluir e de nos adaptar, para endereçar as necessidades atuais dos empreendedores. Acreditamos que o desígnio a que nos propomos continua a fazer sentido e que vamos continuar a fazer a diferença em projetos à procura de uma oportunidade para chegarem ao público”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (MANUEL DE ALMEIDA/LUSA)

Marcelo. “Não se pode esperar um, dois, três meses por respostas europeias”

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

140 mortos e 6408 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Candidaturas para Montepio Acredita Portugal abertas