Casas do impacto e das fintech vão ajudar startups em conjunto

Parceria entre Casa do Impacto e The Fintech House arranca nesta quinta-feira. Promover negócios financeiros com impacto é o principal objetivo.

Arranca nesta quinta-feira a parceria das incubadoras de startups Casa do Impacto e The Fintech House. As duas entidades pretendem, em conjunto, ajudar a criar novos negócios na área financeira com impacto social.

O acordo entre as duas incubadoras prevê a partilha de mentores entre si e também a realização conjunta de vários encontros e sessões de trabalho ao longo dos próximos meses, segundo o comunicado a que o Dinheiro Vivo teve acesso.

"As startups tecnológicas, no geral, e fintechs, em particular, têm forte potencial de impacto social e ambiental . Falta-nos apenas deixar cair o preconceito de que as startups de impacto servem para ajudar os mais carenciados, numa ótica de voluntariado. O potencial de negócio existe nas startups de impacto social ou ambiental, na mesma medida que existe numa startup tecnológica", refere a diretora da Casa do Impacto, Inês Sequeira, citada no documento.

Do lado da The Fintech House, Marco Nigris assinala que "as fintechs têm na sua génese o Impacto social, uma vez que nascem para resolver os desafios da inacessibilidade de serviços financeiros e para disponibilizar um maior leque de opções, democratizando o acesso a soluções financeiras".

Esta parceria arranca dois anos depois do nascimento da Casa do Impacto. Com um orçamento de 1,5 milhões de euros para investimento em inovação, esta incubadora é a casa de 28 startups, conta com 200 empreendedores residentes e tem 48 startups a participar nos seus programas de aceleração e investimento.

Em conversa recente com o Dinheiro Vivo, a líder da Casa do Impacto assinalou a importância desta incubadora para o ecossistema empreendedor nacional, dado que "a pandemia agravou as desigualdades sociais".

A mesma responsável assinalou também que "as próprias empresas têm de começar a apostar em investimento de impacto em vez das meras políticas de responsabilidade social".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de