Compre os vinhos diretamente ao produtor nesta Adegga

O Adegga, a plataforma portuguesa que é uma das primeiras redes sociais do mundo dedicadas ao vinho, apresentou um novo serviço que permite comprar vinho diretamente ao produtor.

O Adegga Selectedpermite aos clientes comprar vinho, com um custo de transporte e entrega fixo de cinco euros, e ter acesso a edições limitadas e a lançamentos de novos produtos. Do lado dos produtores, terão acesso a eventos Adegga. O prazo de entrega das encomendas é de dois dias úteis.

"Percebemos que havia uma lacuna no mercado porque os produtores chegavam muitas vezes aos distribuidores e às lojas mas tinham muitas dificuldades em chegar diretamente aos consumidores", esclarece André Ribeirinho, fundador do Adegga.

Face à lacuna de mercado, a equipa pensou num projeto que "permitisse usar a tecnologia", base do Adegga, "para criar um canal de comunicação que chegasse diretamente aos consumidores". "Decidimos convidar alguns produtores para o arranque da plataforma, criando um canal que vai buscar consumidores que, de outra forma, não existiriam. Da mesma forma que um artista tem um canal no YouTube, um produtor passa a ter um canal no Adegga. Para além de marketing, tem vendas: tanto serve para o cliente ir ao canal para saber mais do produtor como para comprar todos os vinhos que o produtor tem para vendas", detalha Ribeirinho.

Leia mais: Facebook do vinho: a Adegga de todos

Fundado há dez anos, o Adegga surgiu como um site onde os apreciadores e consumidores de vinho podiam partilhar as suas opiniões e experiências. O projeto foi evoluindo no alcance e, há cinco anos, nasceu o Adegga Wine Market, um mercado de produtores selecionados que permite às empresas dar vinho à prova e vender produtos uma forma de aproximar produtores e clientes, diminuindo a distância entre os dois elementos. Os Adegga Wine Market decorrem em em Lisboa, Porto e Algarve, Berlim e Estocolmo.

"Este tipo de mercados de vinho vai ser uma realidade cada vez mais marcante nos próximos tempos", considera Paulo Laureano, enólogo e o primeiro produtor de vinho a aderir à plataforma.

Leia mais: Smart. O copo que vai mudar o mundo dos vinhos

Na loja do Adegga existe ainda, segundo Ribeirinho, uma vantagem em termos de preço. "Há uma quantidade de vinhos que podem ser oferecidos a um preço mais interessante e, especialmente olhando para o mercado externo, não passando por um conjunto de intermediários. Existe uma vantagem do ponto de vista da comunicação porque o produtor a comunicação é feita diretamente. E, por fim, outra vantagem que tem a ver com o meio online: se um produtor quiser fazer a versão de 1000 garrafas e colocar o vinho à venda simplesmente lista o vinho e vende-o."

Siga o Adegga no Facebook, aqui.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de