Comunidade Portuguesa

Connect Portugal. Rede quer juntar os talentos portugueses no estrangeiro

Inês Santos Silva é a criadora da Connect Portugal. Fotografia: DR
Inês Santos Silva é a criadora da Connect Portugal. Fotografia: DR

A comunidade já está presente em Boston, Berlim, Basileia e Londres e a caminho de Paris, Nova Iorque e São Paulo.

“Em 2011, estava eu a viver em Zurique e senti em primeira mão o quão difícil é ligarmo-nos a outros portugueses no estrangeiro, mas também o valor que dessas ligações pode surgir”, conta Inês Santos Silva, num comunicado enviado às redações. A fazedora, que em 2016 já tinha lançado a comunidade Portuguese Women in Tech, em conjunto com Liliana Castro, decidiu então avançar com a criação da rede Connect Portugal, cujo principal objetivo é ligar o talento português espalhado pelo mundo e potenciar a imagem de Portugal no mundo.

Dirigida a pessoas entre os 20 e os 40 anos, com perfil de liderança nas suas áreas, a comunidade já está presente em Boston, Berlim, Basileia e Londres e a caminho de Paris, Nova Iorque e São Paulo. O projeto surge face à fuga de talento – com milhares de jovens portugueses altamente qualificados espalhados pelo mundo, – com fraca ligação a Portugal.

A rede está organizada por hubs, cada um com o seu embaixador local. “Todos têm ótimas impressões acerca do talento português; esta é a conclusão a que cheguei após ter passado por vários países nos últimos anos. No entanto, nós portugueses – mesmo vivendo na mesma cidade – acabamos por, muitas vezes, nem nos conhecer, quanto mais partilhar experiências e ajudarmo-nos”, indica João Oliveira, embaixador da comunidade em Berlim. “A Connect Portugal pode ter esse papel importante de ligar o talento português entre si e a Portugal, ajudando empresas e profissionais a terem uma visão ainda mais internacional”.

As pessoas que aderirem à rede poderão contar com networking; ligação a empresas, startups e outras organizações portuguesas (através de eventos, programas de mentoria, entre outros); e partilha de conhecimento sobre as mais variadas áreas, de forma a potenciar o desenvolvimento pessoal e profissional. Até ao final do ano, a Connect Portugal pretende crescer para mais hubs e ainda organizar um grande evento internacional. Para fazer parte, basta submeter uma candidatura em www.connectportugal.pt.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
António Costa visita casas em construção. Fotografia: RODRIGO ANTUNES/LUSA

Aviões puxam pelo investimento, bancos e construção amortecem recessão

Entrevista a Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal.
(Carlos Manuel Martins/Global Imagens)

Luís Araújo: “A nossa maior concorrência não é um país. É o medo”

Fotografia: D.R.

Teletrabalho continua obrigatório para grupos de risco e pais sem escola

Connect Portugal. Rede quer juntar os talentos portugueses no estrangeiro