Dar voz a quem sabe para melhorar a saúde de todos

A lutar contra a obesidade desde criança, o ex-jornalista e professor de comunicação Nuno Azinheira acaba de lançar uma plataforma para ajudar quem, como ele, trava esta batalha diariamente. Aberto e gratuito, com a voz dos maiores especialistas da área, Escolher Viver é mais do que um nome, um "compromisso pessoal".

"Este projeto é ao mesmo tempo um compromisso e um desafio." É assim que Nuno Azinheira, ex-jornalista (muitos desses anos passados nas marcas GMG) e comentador do Passadeira Vermelha, que assumiu uma luta contra a obesidade apresenta o projeto que acaba de lançar. Ajudar os que se identificam com esta batalha a perder peso e ganhar saúde é o objetivo assumido na plataforma #EscolherViver, "um ponto de encontro de todos quantos procuram viver melhor e de forma mais saudável", um site que "não pretende ser exaustivo nem científico" mas assume a vontade de inspirar e ensinar, recorrendo a "notícias, conversas, histórias de vida, dicas úteis e ajuda de muitos parceiros que sabem que nada se faz sozinho".

O projeto tomou forma na segunda-feira e apresenta-se como um "site de conteúdos informativos e pedagógicos", adotando o nome da hashtag EscolherViver, que o ex-jornalista e criador do site utiliza em todos os posts que faz sobre a sua caminhada e contando com médicos e outros profissionais de saúde de várias especialidades, personal trainers, comunicadores, "homens e mulheres que se preocupam com a sua saúde e confiaram no projeto", explica o fazedor. Colaboradores que, pro bono, levam a sua experiência sobre saúde, exercício físico e alimentação ao #EscolherViver, que já tem página de Facebook e de Instagram.

Nuno Azinheira explica melhor, levando a coisa para o lado mais pessoal. "É um compromisso meu comigo e com os que gostam de mim de que vou manter-me focado nos meus esforços para uma vida melhor. Eu sou obeso desde criança, já fiz muitas dietas. Acho que todos os gordos conhecem bem a expressão das dietas iô-iô: perco agora dez quilos para amanhã ganhar 12", conta ao Dinheiro Vivo.

Aos 47 anos, com "mais maturidade" e "numa fase diferente da vida pessoal e profissional", Nuno Azinheira decidiu firmar e materializar esse compromisso no Escolher Viver. "Desta vez é a sério. E tão a sério que é público", resume. "Não posso falhar. E é um desafio, talvez o maior da minha vida: que é, ajudando-me a mim, poder ajudar os outros. Contribuir para uma maior literacia em saúde."

Assumindo que não há quem não queira viver melhor mas que muitos, por falta de informação, inspiração ou tempo passam ao lado das melhores escolhas, o antigo jornalista decidiu assumi então a missão de ajudar trazendo esse conhecimento, a informação mais completa possível a uma plataforma de acesso livre e cujo único objetivo é mesmo ajudar. "Eu fui jornalista durante 30 anos, portanto, ninguém mais do que eu tem obrigação de acreditar no poder do conhecimento e da descoberta. Portanto, acredito que todos somos poucos para ajudar a generalizar o conhecimento, a educação em saúde."

Para isso contribuem nutricionistas, psicólogos, oncologistas, especialistas em saúde pública, personal trainers e outros profissionais, que se juntam a um lote de parcerias que solidificam este projeto - incluindo Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal e Hospital da Cruz Vermelha - dirigido por Nuno Azinheira, que é também professor de Jornalismo e Comunicação.

"Do ponto de vista clássico, daquilo que se chama uma redação, sim, estou sozinho. O Escolher Viver não é um produto jornalístico, porque eu oficialmente já não sou jornalista. Mas é fácil perceber que quem foi jornalista durante 30 anos, quem escreveu milhares de textos, quem entrevistou tanta gente, quem pensou, lançou e dirigiu projetos, será jornalista toda a vida. Eu penso como um jornalista, escrevo como um jornalista. Serei assim até aos últimos dias. Portanto, é óbvio que este projeto tem muito dessa alma, dessa sede de conhecimento e descoberta, dessa capacidade de fazer perguntas", diz o criador do projeto.

No Escolher Viver, haverá, assim, rubricas em vídeo, textos explicativos e dicas úteis. Sendo muitos deles feitos também de experiência própria, a maioria dos textos sai da mão do próprio Azinheira, que edita todos os conteúdos, lhes dá títulos, completa e distribui, com a ajuda de especialistas para os conteúdos mais sérios e fidedignos possíveis. "Cada vez mais acredito nas parcerias, no percebermos que ganhamos muito mais quando partilhamos experiências. E eu não sou médico, e não acredito em metade das coisas sobre saúde que encontro na Internet. Não quero conteúdos falsos, não quero convicções com base em crendices e verdades populares", diz, para justificar as parcerias estabelecidas com médicos, nutricionistas, psicólogos, personal trainers e instituições. "Há um milhão de diabéticos em Portugal e os AVC continuam a ser principal causa de morte em Portugal. Ter duas grandes instituições como a APDP e a Cruz Vermelha no nosso lote de parceiros só me orgulha e aumenta a nossa responsabilidade."

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de