Tecnologia

DefinedCrowd lança no mercado plataforma de inteligência artificial

Daniela Braga lidera a DefinedCrowd, startup que recolhe dados para serem usados em máquinas com inteligência artificial. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens
Daniela Braga lidera a DefinedCrowd, startup que recolhe dados para serem usados em máquinas com inteligência artificial. Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Dados recolhidos pela plataforma portuguesa são usados, por exemplo, para assistentes pessoais de eletrodomésticos.

A startup portuguesa DefinedCrowd lançou esta terça-feira o seu produto de software-as-a-service para recolher, enriquecer e estruturar dados para inteligência artificial. A empresa liderada por Daniela Braga pretende resolver a falha de mercado na obtenção de dados de alta qualidade para treinar, de forma rápida e escalável, modelos de inteligência artificial e machine learning. Estes dados são usados, por exemplo, nos assistentes pessoais de eletrodomésticos.

“É um grande marco para a DefinedCrowd. Depois de dois anos de trabalho nesta solução, é com muito orgulho que lançamos a nossa plataforma SaaS para o mercado, que inclui funcionalidades desenvolvidas para facilitar a vida dos data scientists“, assinala Daniela Braga em nota enviada às redações.

Os utilizadores da DefinedCrowd, com esta solução, “podem controlar o progresso através de métricas de qualidade e performance. Os clientes conseguem ainda aceder aos dados de alta qualidade através de uma API, que liga diretamente a solução às infraestruturas dos utilizadores, permitindo um fluxo permanente de dados durante as várias etapas dos sistemas – desde o model bootstrapping até ao ciclo de feedback e testes”, assinala a startup.

Fundada em agosto de 2015, a DefinedCrowd conta com clientes como IBM, Accenture e Nikon. A plataforma portuguesa está atualmente avaliada em 25 milhões de dólares (20,4 milhões de euros, segundo o câmbio atual).

Recorde aqui a entrevista de Daniela Braga ao Dinheiro Vivo e que foi publicada no final de julho de 2017.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal  Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Mário Vaz. “Havendo frequências, em julho teríamos cidades 5G”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (C), durante a cerimónia militar do Instituto Pupilos do Exército (IPE), inserido nas comemorações do 108.º aniversário da instituição, em Lisboa, 23 de maio de 2019.  ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Marcelo: “Quem não for votar, depois não venha dizer que se arrepende”

Certificados

Famílias investiram uma média de 3,3 milhões por dia em certificados este ano

Outros conteúdos GMG
DefinedCrowd lança no mercado plataforma de inteligência artificial