Depois do Arsenal, Loja das Conservas segue para a Praça das Flores

Loja das Conservas na Rua do Arsenal
Loja das Conservas na Rua do Arsenal

A Loja da Conservas prepara-se para no início de março abrir a sua segunda loja em Lisboa. Depois da rua do Arsenal, a loja, que reúne as marcas de conservas de toda a indústria conserveira nacional, escolheu a Praça das Flores para acolher o seu novo espaço.

“É uma loja mais pequena (cerca de 20 metros quadrados) mas permite-nos contactar mais com os portugueses um público que nos interessa trabalhar, pois vamos para um bairro que tem sobretudo portugueses”, explica Sara Costa, uma das responsáveis da Loja das Conservas ao Dinheiro Vivo.

O segundo espaço em Lisboa vai ainda permitir que trabalhar o que Sara Costa chama de “venda de proximidade”. Ou seja, além de comprar o produto será possível ao cliente prová-lo. “As conservas são um produto difícil: não têm cheiro, não é apelativo. À partida só quando se prova é que é possível aferir da qualidade do produto”, explica.

Leia ainda: Oh lá lá. Loja das Conservas chega a Paris

Na loja da Rua do Arsenal, o primeiro espaço aberto em parceria com a Associação Nacional dos Industriais de Conservas de Peixe (ANICP), organizam-se por vezes momentos de degustação, mas na nova loja a ideia é permitir isso com maior regularidade. Por isso, no espaço há uma mesa central, onde além dos produtos estarem expostos, há uma zona para degustação. Não se trata, no entanto, de uma loja que junta venda com petisco com amigos.

A loja na Praça das Flores é um novo passo na criação de uma “rede de retalho de lojas ou com corners em outros espaços de venda, como temos em Paris”, explica Sara Costa. Em setembro, a Loja das Conservas colocou um corner na Gourmet Causses, loja gourmet localizada na rua St. Martin 222, perto do Centro Pompideau em Paris. A primeira internacionalização do conceito “está a correr lindamente” e já estão a ser feitos diversos contactos para replicar o conceito em mercados como Polónia, Nova Iorque ou Londres.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

Foto: D.R.

TAP soma prejuízos de 111 milhões até setembro. E vai contratar mais 800 pessoas

Outros conteúdos GMG
Depois do Arsenal, Loja das Conservas segue para a Praça das Flores