DreamShaper chegou a mais quatro países em ano de pandemia

Plataforma de educação duplicou equipa para 36 membros e já conta com mais de 300 mil utilizadores em seis países.

A plataforma portuguesa para a educação DreamShaper chegou a mais quatro países em pleno ano de pandemia. A empresa de tecnologia atingiu 1 milhão de euros em receitas durante o ano de 2020, duplicando o valor recebido em 2019, segundo uma nota de imprensa divulgada esta semana.

Espanha, França, Hungria e Médio Oriente foram os quatro novos mercados a que chegou esta plataforma que desenvolve ferramentas online para a implementação de projetos com desafios, atividades e conteúdos didáticos.

Lançado em 2014, este software começou por ser utilizado no mercado brasileiro, tendo chegado a Portugal em 2019, após uma ronda de investimento de dois milhões de euros.

Nos seis mercados em que está presente, a DreamShaper conta com um total de 312 mil utilizadores, em mais de 1000 escolas públicas e privadas.

A equipa desta plataforma também duplicou, de 18 para 36 trabalhadores. 2020 foi ainda ano para assinar parcerias com empresas de educação como Santillana, Somos Educação e Gems World Academy.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de