Drop Hop: Experiência de cerveja artesanal servida em casa

Com um catálogo de mais de 250 cervejas, a startup criada por dois engenheiros mecânicos quer tornar-se numa referência de mercado para esta área. As entregas são feitas em 48 horas.

A Drop Hop é a porta de entrada para as cervejas artesanais. Nascida no início do ano passado, esta startup do Porto entrega em casa, em 48 horas, pacotes com seis unidades, que são encomendados exclusivamente através da internet. Os engenheiros mecânicos Martinho Brito e Luís Fragoso são os criadores deste negócio, que já tem mais receitas do que despesas.

Para encomendarem, os utilizadores têm, primeiro, de criar uma conta e indicarem as preferências de cervejas. Depois disto, há três opções disponíveis, com preços entre 21,99 e 25,99 euros: subscrição mensal, pack experiência ou pack surpresa, sempre com seis unidades. O catálogo conta com mais de 250 cervejas.

Na etapa seguinte, os clientes escolhem o local e data de entrega e os pagamentos podem ser feitos com cartão de crédito, MB Way ou Revolut. Após o consumo, os consumidores podem juntar-se à comunidade e avaliar as cervejas.

Com a subscrição mensal, os clientes recebem seis garrafas de cerveja diferentes e não há repetições, graças a um algoritmo de cerveja artesanal.

O pack experiência serve como kit de boas-vindas para a cerveja artesanal: "Pode haver uma mais amarga, outra mais fresca, mais pesada e mais escura", enumera Martinho Brito.

Os envios estão restritos, para já, a Portugal Continental. "Há custos logísticos a dificultarem a chegada dos produtos às regiões dos Açores e da Madeira. Não faz sentido enviar pelo barco, que demora vários dias e piora a experiência para o cliente."

Os dois fazedores criaram a Drop Hop depois de um passeio pela Baixa no Porto para irem beber cerveja artesanal. A ideia de criarem um negócio próprio já estava na cabeça desde os tempos da faculdade. "Quando provámos, percebemos que era este negócio que queríamos. Depois disso, começámos a conhecer o mercado e facilmente fomos encontrando os produtores."

O portal foi lançado em janeiro de 2020. Cada um dos fundadores colocou dois mil euros na empresa. O primeiro confinamento foi uma "oportunidade para crescer no mercado".

A equipa desta startup conta com mais três pessoas: um engenheiro informático e dois amigos para gerirem o marketing, sobretudo as redes sociais. Apesar de o negócio já ser lucrativo, Luís e Martinho acumulam a Drop Hop com o trabalho a tempo inteiro na Farfetch, das 9h às 18h. ´Daí, até à meia-noite, os dois fazedores estão focados na própria empresa.

"O início do negócio foi mais complicado, mas tudo facilita quando entramos em velocidade de cruzeiro. Como somos muito pragmáticos e focados em objetivos mensais, isso ajuda-nos a apostar no que realmente vai acrescentar valor para a empresa. Estamos a trabalhar para o nosso sonho e acredito que isto vai trazer muitos frutos para o futuro", assinalam.

Com vontade de ser o agregador de referência das cervejas artesanais em Portugal, a Drop Hop admite precisar de uma injeção de capital exterior para acelerar o crescimento. No futuro, a empresa quer deixar de ter stock de produtos, melhorando a logística.

A kombucha também está na mira dos dois empresários. A bebida feita à base de chá e com sabor semelhante ao da cidra "é muito interessante" e tem um "mercado e tipo de clientes aventureiro, que a quer provar".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de